Últimas

Reabilitação pulmonar no RespirAR devolve qualidade de vida a paciente pós-Covid no Amazonas

Em tratamento no RespirAR, há dois meses, a aposentada Maria das Graças, de 69 anos, sofreu complicações severas no pulmão em consequência da Covid-19.


A paciente, que ainda necessita do suporte de cilindro de oxigênio, recebe tratamento específico no projeto do Governo do Amazonas, que é coordenado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) e Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM).

“Quando pensava que eu não tinha mais jeito, que não podia melhorar, o RespirAR apareceu na minha vida, hoje consigo trocar de roupa, levantar e tomar banho sozinha. Sou muito grata a Deus, ao governador Wilson Lima e todos os profissionais do projeto que me acolheram”, disse Maria.

Maria das Graças chegou ao RespirAR com dispneia, quando o paciente tem dificuldade para respirar, principalmente para realizar qualquer movimento. Com um planejamento de reabilitação gradual, ela já consegue conversar, por alguns minutos, sem o suporte de oxigênio, e até executar alguns exercícios leves.

A fisioterapeuta Tamires Soares explica que o tipo de tratamento é determinado conforme a necessidade e limitações de cada paciente que chega ao RespirAR. “Os pacientes são avaliados de acordo com o histórico médico e acompanhados por uma equipe multidisciplinar, que realiza o planejamento para iniciar o tratamento”, explicou a profissional.

Reabilitação gradual – Tamires relatou ainda que o processo de tratamento da Dona Maria das Graças é um pouco mais lento, devido ao desmame de oxigênio, pois ela adquiriu fibrose pulmonar, então necessita da oferta do gás medicinal de 1 litro/min.

Em reabilitação gradual, a paciente está na primeira fase do tratamento com exercícios respiratórios, manobra de bloqueio torácico, exercício respiratório fracionados associados com cinesioterapia, incluindo treino de cárdio com uso de bicicleta ergométrica.

“O objetivo do projeto é reabilitar a funcionalidade das pessoas que tiveram sequelas da Covid-19, seja na recuperação física, respiratória ou muscular, mas principalmente, levar qualidade de vida aquele paciente recuperado. Graças ao apoio do Governo do Amazonas, estamos tendo êxito, pois temos incentivado e inserido inúmeras pessoas a aderir uma vida mais saudável por meio da prática de exercícios físicos”, concluiu Neibe Araujo, coordenador do RespirAR.

FOTOS: Mauro Neto/Faar

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.