'BBB22': Arthur Aguiar analisa postura de Gustavo no jogo: 'Ele é uma incógnita'

Às véspera da formação do Paredão de desta semana no "Big Brother Brasil 22", Arthur Aguiar, Douglas Silva, Paulo André e Pedro Scooby se reúnem no Quarto do Líder para debater os últimos fatos que rolaram no game, para, quem sabe, definir uma nova estratégia de defesa. Durante o papo, Gustavo foi tema.





Apesar de já estar emparedado, o curitibano foi analisado pelo quarteto. "Se a Laís for para o Paredão e sair, a única pessoa que o Gustavo protegeria era o Lucas mesmo", aponta Arthur, Líder da semana. Questionado por Paulo André sobre a possibilidade do advogado "continuar do lado de lá", o ator disparou: "Não sei, para mim ele é uma incógnita".

Ainda sobre a divisão da casa e o foco dos votos, Arthur argumenta que nunca houve uma divisão de quartos, mas sim de grupos. "Nunca existiu Grunge e Lollipop, existia a gente e as meninas", argumenta o ator sobre o quarteto e o grupo das "comadres", formado por Lina, Natália e Jessilane.

Mais cedo, o ator e cantor disse que a nova estratégia da casa é a união dos sete restantes para que todos cheguem ao Top 10 juntos. "Vamos supor, se ele (Pedro Scooby) ganhasse (o Anjo), ele dá o colar para o DG e iria ficar vocês dois expostos", aponta o ator para PA, sobre a possibilidade de dois deles irem para o próximo Paredão.

"Vocês estão juntos, eles não vão mais votar entre eles. Vão tentar entrar os sete no Top 10. Principalmente, porque o discurso deles é: 'Ah, eles ganham todas as provas, eles são muito fortes'", justifica Arthur. Paulo André concorda e destaca: "Não tem mais ninguém para votar a não ser a gente".

 

Fonte: O dia

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem