Bomba: Arthur Neto é acusado de usar prefeitura para esconder cadáver

Manaus – O vereador Allan Campelo (PSC) criticou a postura adotada pelo ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), que vem atacando os integrantes do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) e dos demais poderes do Estado.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Arthur Neto criticou abertamente o promotor de Justiça, Alberto Rodrigues, assim como o Ministério Público. Não é a primeira vez que Arthur acusa o órgão de perseguição. Em nota, a Associação Amazonense do Ministério Público (AAMP), disse que a fala de Arthur Neto é ”desconectada da verdade”.

Allan Campelo relembra alguns escândalos que Arthur Neto esteve envolvido como prefeito de Manaus durante oito anos de gestão. A administração do tucano foi marcada pelas paralisações das empresas de ônibus e por buracos nas principais vias da cidade, como a Djalma Batista, e lembrada principalmente pelo escândalo do caso Flávio, crime envolvendo o enteado de Arthur, filho de sua esposa Elisabeth Valeiko.

“Moleque mesmo é quem passou mais de oito anos no poder e não conseguiu resolver o problema de transporte público coletivo de Manaus, de infraestrutura nas periferias que estão entregue aos buracos. Moleque e criminoso é quem usa a estrutura da prefeitura para ocultar um cadáver e esconder um crime que repercutiu nacionalmente”, criticou Campelo.

O vereador também defendeu o promotor Alberto Rodrigues referente os ataques sofridos pelo ex-prefeito e pediu que Arthur Neto respeite as instituições de autoridades como o MP e os Poderes Executivo e Legislativo.

Confira a nota na íntegra:



Fonte: Portal CM7

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem