Dia Mundial do Sono: médica alerta para importância de dormir bem

 Manaus (AM) – No Dia Mundial do Sono, comemorado nesta sexta-feira (18), a pneumologista e especialista em medicina do sono, Ana Carla Duarte, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), ressalta a importância de ter uma noite de sono adequada e os benefícios para a saúde, sobretudo a prevenção de doenças cardiovasculares, psiquiátricas e neurológicas.

Dia Mundial do Sono

Alguns sinais de problemas com o sono são detectáveis e devem ser levados a um profissional de saúde. - Gilmar Miranda/SES-AM


“Ter uma noite de sono adequada é um sonho na nossa sociedade cheia de compromissos sociais. Quando o indivíduo não dorme adequadamente, é muito comum ficar irritado, sonolento, ter sensação de fadiga, alteração do humor, lapsos de memória e dor de cabeça. Algumas doenças podem piorar devido ao sono não restaurador. Normalmente, durante o sono há diminuição da pressão arterial e quando não ocorre essa redução pode sugerir algum distúrbio do sono, como insônia e apneia do sono”, explicou a médica da Fundação Hospital Adriano Jorge.

Um dos benefícios de ter um sono regulado é a prevenção de doenças. Conforme a médica, doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial, psiquiátricas e neurológicas podem surgir e agravar devido ao indivíduo não ter um sono de qualidade.


“Existem várias doenças do sono, mas a mais frequente é a insônia, caracterizada pela dificuldade em iniciar o sono ou mantê-lo. Ou um despertar precoce com uma ocorrência cerca de três vezes por semana acompanhada de repercussões diurnas como irritabilidade, perda de memória, fadiga e baixo rendimento no trabalho. A apneia do sono é caracterizada por episódios recorrentes de pausa respiratória acompanhada de ronco com ou sem sonolência diurna”, alertou a especialista em medicina do sono.

Segundo a especialista, alguns sinais de problemas com o sono, que são variados e podem gerar distúrbios, são detectáveis e devem ser levados a um profissional de saúde.

O tratamento para distúrbios do sono deve ser iniciado com o primeiro atendimento em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), de responsabilidade das prefeituras municipais.

Após essa primeira avaliação, o usuário será encaminhado para uma unidade da rede pública estadual caso seja necessário acompanhamento especializado.
Dicas

De acordo com a pneumologista, para se ter uma boa noite de sono é necessário adotar alguns hábitos durante a rotina diária e antes de dormir.


“O sono é uma construção. Para termos um sono adequado à noite precisamos ter uma rotina que favoreça o sono: uma rotina com horários definidos para dormir e acordar, exercícios mais leves à tarde e diminuição do estresse no final da tarde, diminuição de estímulos luminosos à noite oriundos de aparelhos eletrônicos. Para se ter um sono de qualidade precisamos de rotina, quantidade e qualidade de sono adequadas a necessidade de cada indivíduo”, afirmou a médica.

Outra dica importante, segundo a especialista, é relaxar e acalmar a mente com exercícios leves, como caminhadas e hidroginástica, fazer orações e realizar meditação mindfulness.

A especialista recomenda manter a iluminação desligada durante o sono, pois a luminosidade informa ao cérebro que o corpo ainda está acordado.


“Uma dica importante para favorecer o sono é diminuir a luminosidade do quarto e desligar aparelhos eletrônicos. Pois, quando exposto a fonte de luz, há atraso da liberação da melatonina, hormônio que favorece o início do sono, pela glândula pineal situada no cérebro”, explicou.

*Agência Amazonas

FOTOS: Gilmar Miranda/SES-AM

Edição Web: Bruna Oliveira

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem