Em Pauini, PC-AM e PMAM prendem três indivíduos por tráfico de drogas e associação criminosa

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio 63ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Pauini (a 923 quilômetros de Manaus), com apoio da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), prendeu em flagrante, na quinta-feira (17/03), Bruno Ferreira, 24, Elisandro Santos Venâncio e Marcos de Lima Ramos, 23, pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa.


A ação ocorreu na rua Pantanal, bairro Pantanal, naquele município.

O escrivão de polícia André Chaparro, que está respondendo interinamente pela 63ª DIP, informou que as prisões ocorreram em razão de uma investigação na qual apura uma organização criminosa atuante em Pauini.

“Tomamos conhecimento que esses homens têm envolvimento com esse grupo criminoso e, de imediato, iniciamos as diligências a fim de localizá-los. Chegando ao local, encontramos os infratores e logramos êxito em suas prisões, além de apreendemos material ilícito que estava em posse deles”, disse o gestor.

Apreensão – Com os infratores foram apreendidos 105 pacotes de entorpecentes, com aspecto de cocaína, pesando aproximadamente 1,137 quilo; 2 baldes de entorpecentes, com aspecto de maconha, pesando aproximadamente 1,278 quilo; R$ 600 em espécie; uma arma do tipo espingarda, calibre 32; dois cartuchos calibre 32 intactos; três celulares, material de embalo e refino de drogas.

Operação Divisa – As prisões ocorreram em virtude da Operação Divisa, deflagrada na terça-feira (15/03) pelas equipes da 63ª DIP, com o apoio da PMAM, com o objetivo de investigar e combater o tráfico de entorpecentes interestadual nas cidades de Pauini, Boca do Acre (a 1.028 quilômetros de Manaus) e Humaitá (distante 590 quilômetros da capital).

“Escolhemos esse nome para a operação em virtude de o tráfico ultrapassar as divisas dos estados do Amazonas, Acre e Rondônia. Os trabalhos continuarão nos próximos dias, para combater o tráfico de entorpecentes na região”, ressaltou a autoridade policial.

Procedimentos – Bruno, Elisandro e Marcos responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem