Escolas municipais de Manaus recebem reposição de livros didáticos do MEC

As escolas da Prefeitura de Manaus, coordenadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), que atendem alunos do ensino fundamental 1 (1º ao 5º ano) e 2 (6º ao 9ºano), recebem a reposição de livros didáticos do Ministério da Educação (MEC).


As crianças da educação infantil adquirem os volumes pela primeira vez. O material tem a duração de quatro anos.

Na manhã desta quinta-feira, 17/3, o secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, conferiu o material entregue às unidades de ensino. “Que todos os alunos façam bom uso desses livros este ano, que todos tenham boas leituras, bons estudos e os professores um bom trabalho. Dessa forma tenho certeza de que a educação de Manaus será cada vez melhor e com qualidade”, ressaltou Avelino.

Ainda este ano, será realizada a escolha dos livros do ensino fundamental 1, que serão distribuídos em 2023. A escolha do material do ensino fundamental 2 ocorrerá no ano que vem e a utilização no ano posterior.

A assessora da Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe) da Semed, Fabiane Rezende Batista, responsável pelos livros didáticos, explica como é o processo de reposição dos livros.

“A escolha dos livros é realizada pelos professores das turmas. Após quatro anos, o material é reposto pelo MEC, caso seja preciso. Para turmas do 6º ao 9º ano não há reposição, o que acontece é uma reserva técnica para repor algum livro que tenha se perdido, já que todo fim do ano o aluno deve devolver o material”, pontuou.

O Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Márcio Souza, na Cachoeirinha, zona Sul, atende 246 crianças do 1º ao 2º período, e é uma das unidades de educação infantil a receber os livros didáticos.

De acordo com a gestora da unidade, Rita de Cássia Linhares Moreira, o material auxiliará os professores no processo de ensino e aprendizagem.

“Esse é mais um recurso importantíssimo para o ensino, um material facilitador para aprendizagem das crianças, que será um suporte à prática pedagógica. Já iniciamos a sensibilização com cuidado e conservação dos livros, onde as pedagogas e pais ou responsáveis auxiliarão nesse processo, dando mais ênfase à importância desses cuidados, para que logo em seguida todas as crianças façam uso valioso desse recurso”, informou Rita.

Fotos - Asafe Augusto / Semed

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem