Policial civil é assassinado a tiros dentro do carro dele

 Polícia – O policial civil Nilson de Souza Maia 33 anos, foi assassinado a tiros na Zona Norte do Rio. 

As imagens foram registradas por uma câmera de segurança, no local do crime. O vídeo mostra o momento em que três homens descem de um carro preto não identificado, e cercam o carro do investigador da Polícia Civil efetuando vários disparos com arma de fogo. O motorista tenta fugir do local dando ré no carro, mas os criminosos continuaram com os tiros até perceberem que atingiram Nilson. O corpo do agente de segurança foi encontrado no carro, na Rua Miranda Vale. A principal linha de investigação da Polícia Civil, é que o crime trata-se de latrocínio roubo seguido de morte, e está sendo acompanhado pela Delegacia de Homicídios da capital.

O policial Nilson de Souza Maia foi morto em Del Castilho Foto: Reprodução



O sepultamento ocorreu na manhã desta quarta- feira ( 23), no cemitério da Guaratiba, na Zona Oeste. Familiares e amigos estiveram presentes no último adeus ao agente, muito abalados não quiseram falar com a imprensa.

A Polícia Civil disponibilizou 12 veículos em homenagem ao colega de trabalho. O investigador Nilson estava atuando há 33 anos na instituição, Lotado de Capturas e Polícia interestadual (Polinter). O crime foi lamentado pela presidente do Sindicato de Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro(Sindpol/ RJ) Marcia Bezerra, que emitiu nota dizendo: “Existem dois momentos em que o policial é colocado em risco quando está em exposição. Um deles é quando está trabalhando e o outro quando está no seu lazer, fazendo compras e em qualquer outra atividade e é identificado como policial pelo bandido, podendo ser homem ou mulher. Por isso, o sindicato se preocupa tanto em melhorar a qualidade de vida do policial em serviço, como uma melhor remuneração”.

Veja:



Fonte: Portal CM7 

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem