Prefeito David Almeida dá início às obras de três novas UBSs porte lV

Para ampliar a assistência à saúde nas zonas Oeste e Sul da capital, o prefeito de Manaus, David Almeida, acompanhado da titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Shádia Fraxe, assinou, na tarde desta terça-feira, 30/3, a Ordem de Serviço para o início das construções de três novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) porte lV, que serão realizadas por meio de Parceria Público-Privada (PPP), com investimentos de mais de R$ 18 milhões em obras e equipamentos.


A ação aconteceu no Parque das Tribos, na região do Tarumã-Açu, na zona Oeste, que receberá a primeira unidade com serviços de assistência específica para os aproximadamente 4,5 mil indígenas das 35 etnias que residem no local. A unidade também será destinada ao atendimento da população do entorno, estimada em 40 mil pessoas.

"Essa aqui é a Manaus que Manaus não conhece. Essas unidades de porte IV são mini-hospitais, são unidades em que a população vai ser atendida, assistida de uma forma mais digna. É um novo conceito de saúde da Prefeitura de Manaus. Ocupar os lugares, os vazios assistenciais com estruturas físicas e com pessoal, para que nós possamos oferecer e ofertar uma saúde de qualidade", enfatizou Almeida.

Além da unidade do Tarumã, outras duas serão construídas no bairro Petrópolis, zona Sul, e no parque Mosaico (bairro Lírio do Vale), também localizado na zona Oeste. As três unidades vão seguir o maior padrão da Atenção Primária em Saúde da rede municipal, com 1,2 mil metros quadrados de área construída e capacidade para realizar até 1,2 mil atendimentos por dia. Cada unidade está estimada em R$ 6,1 milhões.

O gestor municipal ainda destacou que 99 UBSs serão reformadas em 2022, ampliando assim, o atendimento básico oferecido pela Semsa.

"Nós temos 19 UBSs porte IV, que vamos construir na nossa gestão. Este ano, serão 99 unidades reformadas. Tudo isso faz parte de um programa de investimento para melhorar a saúde de Manaus, mantendo e ampliando os nossos serviços para continuarmos sendo a melhor saúde básica do Brasil", salientou o prefeito.

Serviços

As comunidades atendidas pelas novas unidades de saúde terão acesso a consultas médicas e de enfermagem na atenção básica, visitas domiciliares, promoção à saúde, acompanhamento de programas sociais, identificação e manejo clínico da tuberculose e hanseníase, atenção à vigilância nutricional e vacinação.

Também será oferecida assistência ao pré-natal e puerpério, assistência ao climatério (menopausa), assistência ao recém-nascido, promoção e apoio ao aleitamento materno e acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantojuvenil.

Na atenção centrada no adolescente, adulto e idoso, as unidades irão oferecer assistência ao planejamento reprodutivo, prevenção ao câncer do colo do útero e de mama, manejo dos problemas comuns na adolescência, prevenção ao câncer de próstata, prevenção e assistência à hipertensão, diabetes, infecções sexualmente transmissíveis, HIV/Aids e hepatites virais, assistência ginecológica e acompanhamento de pessoas com deficiência e com transtornos comuns (leves).

Dentre os procedimentos a serem realizados estão curativos, retirada de pontos, coleta de material para exame laboratorial, coleta de preventivo (Papanicolau), aferição de pressão arterial e glicemia capilar, verificação de peso e altura, administração de medicamentos injetáveis e orais e dispensação de medicamentos básicos.

Obras

O plano de obras prevê a construção de 15 unidades de saúde de porte IV e outras seis unidades que incluem duas UBSs de menor porte, a sede da Central do Samus, um Centro de Atenção Psicossocial (Caps), a Central do programa Leite do meu Filho e a Base de Apoio às unidades básicas fluviais da Calha do Rio Negro. Além disso, 25 UBSs serão reformadas e outras 53 serão revitalizadas.

"Não tem seis meses que estivemos aqui com o prefeito para pensar em uma unidade de saúde no Parque das Tribos e hoje estamos vindo para assinar essa ordem de serviço. Nós queremos fazer com características únicas, mantendo algumas tradições indígenas. Queremos alcançar, a cada dia, uma maior fatia da nossa população. Manaus evoluiu na Saúde Básica, mas não vamos nos acomodar. Vamos buscar melhorar os índices, pois nossa cidade merece", afirmou Shádia Fraxe.

NutriSUS

Além de anunciar a construção das três novas unidades básicas de saúde, o prefeito David Almeida lançou, no Parque das Tribos, a estratégia de fortificação da alimentação infantil com micronutrientes em pó (NutriSUS), para atender as crianças de seis meses a menores de dois anos residentes no local, que atendem aos critérios do Ministério da Saúde de vulnerabilidade social. O objetivo do programa é suprir carências de micronutrientes e contribuir para o pleno desenvolvimento do público infantil.

De acordo com o Departamento de Atenção Primária (DAP), da Semsa, Manaus já recebeu do governo federal 389.730 sachês, para atender o total de 6,5 mil crianças. A distribuição será feita semestralmente: aos 6, 12 e 18 meses. A Semsa vai distribuir 60 sachês por semestre, com a recomendação de que a criança receba um sachê por dia.

A prescrição do sachê com micronutrientes será feita por um profissional de saúde (médico, enfermeiro ou nutricionista) e o produto será entregue nas farmácias das unidades básicas de saúde.

Dados do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil, realizado em 2019, mostram que, na região Norte, a anemia afeta aproximadamente 30% das crianças menores de dois anos. Este agravo nutricional preocupa a saúde pública por interferir no desenvolvimento cognitivo, motor, emocional e social, com impacto negativo não apenas durante a infância, mas a longo prazo.

Fotos – Dhyeizo Lemos / Semcom

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem