Prefeitura de Manaus promove ação de saúde contra a tuberculose em comunidade rural

Para marcar o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou, nesta quinta-feira, 24/3, data alusiva à doença, uma ação integrada na comunidade Nossa Senhora de Fátima, localizada à margem esquerda do rio Negro (zona rural fluvial).


A programação aconteceu na escola municipal José Sobreira do Nascimento e na Unidade Básica de Saúde Rural (UBSR) Nossa Senhora de Fátima, das 8h às 12h, com atividades educativas sobre sintomas da tuberculose e a oferta de exame de escarro para diagnóstico da doença, além de serviços como coleta de exame preventivo para a detecção do câncer de colo de útero, realização de exame de pele em busca ativa de casos de hanseníase, vacinação de rotina, oficina de orientação sobre alimentação saudável e saúde bucal, e ações de educação e promoção à saúde (meditação e auriculoterapia).

Na ocasião, a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, destacou a importância da realização de uma ação integrada da Prefeitura de Manaus, para alertar sobre o combate à tuberculose, aproximando ainda mais os serviços de saúde da população.

“Ações como essa, realizada na comunidade Nossa Senhora de Fátima, são importantes para uma maior aproximação com as comunidades, fazendo a busca ativa de casos suspeitos, orientando sobre os sintomas da tuberculose, sobre como ocorre a transmissão da doença e quando é necessário procurar uma unidade de saúde. A tuberculose tem tratamento e tem cura, e a rede municipal de saúde realiza, na rotina de serviço das UBSs, a busca ativa de casos suspeitos. Mas, cada pessoa deve ficar atenta aos sintomas para realizar os exames, ter um diagnóstico e concluir o tratamento, o que vai interromper a cadeia de transmissão”, afirmou Shádia.

Doença infecciosa e transmissível, a tuberculose é causada pela micobactéria Mycobacterium tuberculosis ou bacilo de Koch, que afeta prioritariamente os pulmões. O principal sintoma é a tosse e por isso a recomendação é para que pessoas com tosse por duas semanas ou mais sejam examinadas, procurando uma das unidades de saúde da rede municipal para a realização de exames. A transmissão ocorre quando, ao falar, espirrar e, principalmente, ao tossir, as pessoas com tuberculose ativa, ainda sem tratamento, lançam no ar partículas em forma de aerossóis que contêm bacilos, podendo transmitir a doença para outras pessoas.

Casos

O município de Manaus registrou no ano passado 2.316 casos novos de tuberculose, com aumento de 11,6% em relação a 2020, quando foram registrados 2.075 diagnósticos positivos. Os dados de 2021 ainda apresentam redução em relação às ocorrências de 2019, ano em que houve registro de 2.344 casos. Este ano, Manaus já registrou 355 casos novos.

Conforme o chefe do Núcleo de Controle da Tuberculose da Semsa, enfermeiro Daniel Sacramento, as unidades de saúde estão desenvolvendo ações no mês de março abordando o tema “É hora de vencer a tuberculose”, envolvendo diversos atores da sociedade, integrando as ações de Atenção e Vigilância em Saúde.

“Até o ano de 2035, o Brasil tem o desafio, pactuado pelo Ministério da Saúde e a OMS (Organização Mundial da Saúde), de ser um país livre da tuberculose, com redução dos óbitos pela doença e na incidência de casos novos. Mas, para vencer a tuberculose é necessário o envolvimento de toda a sociedade e por isso a Semsa vem trabalhando em parceria com outros atores sociais, em especial as escolas e estudantes, que podem levar a informação para dentro das famílias e colaborar para massificar essa temática na comunidade”, informou Daniel.

O gerente do Distrito de Saúde (Disa) Rural, Rubens Santos Souza, explicou que a orientação é para que os profissionais de saúde, que atuam nas comunidades ribeirinhas e naquelas localizadas ao longo dos ramais, nas áreas rurais fluviais e terrestres, fortaleçam a oferta de serviços para a prevenção de doenças, o que inclui a tuberculose.

“A intenção é levar uma mensagem sobre a importância das ações de prevenção para evitar a doença. E a Prefeitura de Manaus oferece os exames e os principais serviços para prevenir e erradicar a tuberculose. Além do trabalho dentro das unidades de saúde, a população é atendida na própria residência pelas equipes da Estratégia Saúde da Família, principalmente o público considerado mais vulnerável, como crianças, gestantes e idosos, o que ajuda a prevenir ou detectar precocemente as doenças”, afirmou Rubens.

Cuidado

Para Eliane Figueiredo de Lima, presidente do Conselho Local de Saúde (CLS), da UBSR Nossa Senhora de Fátima, a ação realizada no Dia Mundial de Combate à Tuberculose teve grande importância, não apenas para os moradores da comunidade, mas também para a população das áreas adjacentes.

“Os ribeirinhos de outras comunidades e os que moram nos flutuantes procuram atendimento aqui na UBSR, então acho importante realizar outras ações como essa. E acredito que as unidades de saúde devem falar mais sobre a tuberculose, divulgar mais informações sobre a doença e oferecer palestras para os alunos e pais”, ressaltou Eliane.

Fotos - Camila Batista / Semsa

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem