Alunos de escola no Coroado participam de bailão no encerramento da oficina hip hop

A oficina “Hip Hop na Escola” foi encerrada com uma batalha de breaking entre os grupos de Bboys e Bgirls, grafite e o som de DJs, nesta sexta-feira, 1°/4, à tarde, com uma plateia vibrante na escola estadual Cacilda Braule Pinto, no bairro do Coroado, zona Leste.


O evento foi realizado pela Prefeitura de Manaus, por meio do edital “Manaus Faz Cultura”, do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), e com apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

O presidente do Concultura, Tenório Telles, destacou que a cultura na periferia é uma prioridade desta gestão municipal. "Estamos cumprindo o compromisso assumido pelo prefeito David Almeida, de levar trabalho aos artistas e jovens da periferia de Manaus, com as oficinas, cursos e eventos culturais", ressaltou Telles, presente pela segunda vez na escola, que foi incluída no ano passado em outro edital. Ainda segundo ele, novos projetos e iniciativas culturais serão financiadas e apoiadas pela prefeitura.

Para o realizador da oficina e do evento, Maykon Andrade, o interesse e participação dos alunos foi muito especial e transformador em suas vidas. "O hip hop é uma cultura global que expressa a realidade e o universo do jovem na sociedade", disse. Ele destacou a importância do apoio da prefeitura, por meio do Concultura e Manauscult, para que a periferia participe da política cultural do município.

Conforme a professora de Artes da escola, Claudia Cardoso, o sucesso da oficina foi total com a parte teórica e prática e o interesse de todos pela cultura hip hop. "O show de encerramento ainda vai render muitos comentários e com certeza vão querer que mais eventos sejam realizados", afirmou.

O ponto alto do show foi o desafio entre os Bboys Roxo, Pufe, Move, Kevinson, Tomking e a Bgirl Vivi, que se dividiram em dois grupos e os membros de cada lado desafiava um do outro, tudo sob o som ritmado e eletrizante dos DJs Kinua e Logobeat Box. Enquanto o baile acontecia o grafiteiro, Cria Rsk, pintou um painel temático com o nome do projeto “Hip Hop na Escola”, e chamou os alunos presentes a contribuírem com a criação.

Fotos - Cristóvão Nonato / Concultura

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem