Em evento nacional, diretor da FCecon fala de avanços no tratamento do câncer no Amazonas

O diretor-presidente da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), mastologista Gerson Mourão, palestrou, na noite da sexta-feira (29/04), no 12º Fórum Nacional Oncoguia, um dos maiores eventos do Brasil sobre oncologia. Em sua apresentação, o médico abordou os avanços no tratamento oncológico oferecido à população amazonense.


O 12º Fórum Nacional Oncoguia é realizado pela organização não governamental Oncoguia, criada em 2009 por um grupo de profissionais de saúde e ex-pacientes de câncer. A instituição tem o objetivo de ajudar o paciente oncológico por meio de projetos e ações de informação de qualidade, educação em saúde, apoio e orientação ao paciente, defesa de direitos e advocacy.

Acesso – Gerson Mourão participou da mesa “Quando o acesso ao cuidado mais efetivo é possível”, com profissionais e gestores de saúde de São Paulo, Maranhão e Santa Catarina.

O mastologista destacou os avanços ocorridos na FCecon nos últimos três anos, como a redução do tempo de espera para o início do tratamento do câncer de mama. Com a implantação do projeto de Serviço de Navegação, em 2019, no qual enfermeiras navegadoras estão bem próximas das pacientes durante o tratamento, foi reduzido de 90 para 30 dias o tempo de espera para uma paciente dar entrada na Fundação e passar pela cirurgia nas mamas.

Mourão destacou ainda a mudança ocorrida em Manaus quanto à realização de biópsias para o diagnóstico do câncer de mama, antes concentrada na FCecon. Desde fevereiro de 2022, as biópsias nas mamas são realizadas no Serviço Municipal de Diagnóstico de Mama (SDM), da Prefeitura de Manaus, o que agiliza o diagnóstico de câncer. As pacientes que têm biópsias com malignidade confirmada são encaminhadas à Fundação Cecon.

Projetos – A construção do Centro Avançado de Prevenção do Câncer do Colo do Útero do Amazonas (Cepcolu), que será anexo à FCecon, foi outro tema abordado. O centro já teve as obras iniciadas e será destinado à realização de conizações, pequenas cirurgias que tratam lesões pré-malignas no colo do útero, evitando que o câncer se desenvolva.

O projeto de endoscopia terapêutica com inteligência artificial, ferramenta que permite retirar lesões suspeitas de câncer no intestino com melhor visualização das imagens e avisos sonoros quando o aparelho detecta essas lesões, e o projeto de tecnologia que a Fundação está se mobilizando para implementar, foram outros temas abordados pelo diretor-presidente da FCecon, durante a palestra.

“A gestão é muito importante, mas é preciso ter coragem de inovar”, destacou Gerson Mourão. “É preciso ter o apoio dos nossos servidores, da nossa população e o apoio político, e estamos conseguindo. Não podíamos agir como se agia há 20, 30 anos. Nós tínhamos que olhar o que estava diante de nós e pensar em algo novo. E foi o que fizemos”.

Fórum – O 12º Fórum Nacional Oncoguia reuniu especialistas em Oncologia de todo o Brasil, de terça a sexta-feira (26 a 29 abril. O conteúdo é gratuito e pode ser acessado no site https://www.forumoncoguia.org.br.

FOTOS: Laís Pompeu/FCecon

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem