Estudantes da rede estadual são selecionados para participar do Parlamento Jovem

Os estudantes Henrique Macêdo Pereira, da Escola Estadual (EE) Milburgues Bezerra de Araújo; Rosivane Bastos Ribeiro, da EE Ernesto Penafort; Taís da Silva Costa, da EE Antônio Maurity; e Juliana Bastos, da Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Maria do Céu, foram escolhidos para a edição 2022 do programa Parlamento Jovem. A iniciativa é realizada pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) e seleciona jovens estudantes para viverem a experiência de um deputado estadual, durante 10 dias.


Realizado desde 2008, o programa Parlamento Jovem é desenvolvido pela Escola do Legislativo, por meio da Gerência de Educação Cidadã. O projeto realiza visitas nas escolas públicas e promove palestras sobre cidadania, responsabilidades dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, importância do voto responsável e as consequências do voto.

Para a secretária de Estado de Educação e Desporto, Kuka Chaves, a atividade estimula a vivência dos estudantes no processo democrático. “Esses dez dias serão marcantes da vida desses jovens. Não há dúvida que irão relembrar esses dias por muitos anos, e quem sabe a participação nesse projeto pode evidenciar outras habilidades no campo político”, explica a secretária.

Após a exposição os alunos participam da eleição dos estudantes que se candidatam ao cargo.

A estudante Rosivane Ribeiro, uma das estudantes escolhidas, explica que está ansiosa para vivenciar os dias de atividades no plenário. “Estou muito feliz e nervosa. De início não queria me candidatar à seleção, porém, com o apoio dos meus colegas, resolvi disputar a vaga e fui uma das escolhidas”, disse.

Eleições – As eleições servem para escolher os jovens parlamentares e suplentes que farão parte da edição 2022 do programa. Os candidatos são votados e eleitos pelos próprios colegas da escola.

Ainda devem ser escolhidos os representantes e os suplentes da Escola Estadual Marcantônio Villaça, EE Solon de Lucena, EE Francisco Chagas, EE Cecília Ferreira, EE Sant’ana e Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Zilda Arns.

FOTOS: Divulgação

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem