Judas Iscariotes do Amazonas? União de caciques manauaras preocupa Wilson Lima; população na bronca com governador pela falta de peixe; confira

A medida que vai se desenhando o xadrez político da sucessão estadual Manauara está tirando o sono literalmente do atual governador, Wilson Lima (União Brasil), que vê cada vez mais as chances de reeleição escapar das suas mãos, ou melhor, nas urnas.


Uma iminente aliança entre dois caciques da política do Amazonas, o ex-governador Amazonino Mendes (Cidadania) e o senador Eduardo Braga (MDB) para as eleições em 2022, estão transformando o sonho de reeleição do governador Wilson Lima em um grande pesadelo.

O desespero da ala governista é evidente e nos bastidores já se comenta que se o mandatário não mudar de estratégia pode em breve estar de malas prontas para “pegar o beco”, ou melhor, pegar o barco e voltar para Itaituba, no Pará, sua terra natal.

Nas redes sociais é possível ver o apelo de alguns internautas: “Volte para o Pará, lá é seu lugar”; 

“Depois de três anos sem fazer nada pelo Amazonas, de uma hora para outra resolveu fazer tudo em um passe de mágica, com o povo não se brinca!”; “Vai garimpar em outro lugar, a mamata acabou”, se referindo a cidade do governador.

Aliados de Wilson Lima não escondem a preocupação. “A situação não está nada fácil, mas estamos trabalhando muito”. A frase teria sido dita por um governista, muito ligado a Wilson Lima para definir a preocupação dentro do governo. “O Amazonino está embalado”, afirmou um interlocutor da ala governista.

Até mesmo adversários políticos estão prevendo um desfecho antes mesmo que o esperado no Amazonas, essa é avaliação que faz o vice-presidente da Câmara Federal, Marcelo Ramos (PL), que revelou durante entrevista que essa aliança do ex-governador com o senador “levaria a eleição ser decidida no primeiro turno”.

Vale destacar ainda que pesa contra o atual chefe do executivo estadual um histórico de escândalos e denúncias, além de não contar com o apoio dos três maiores redutos eleitorais do estado, a saber Parintins, Itacoatiara e Manacapuru.

Na tentativa de melhorar sua imagem, após ficar três anos sem prestar o apoio necessários aos municípios do Amazonas, Wilson Lima acelera a assinatura de convênios com prefeituras do interior. 

Para piorar sua situação, Wilson Lima deixou de destinar recursos da área da saúde para os municípios em trocar oxigenar as emendas parlamentares de sua base na Assembleia Legislativa.

Enquanto isso 

O Amazonense está na bronca com o governador que prometeu peixe para a população na zona leste que fez filas quilométricas e alguns não conseguiram garantir o pescado para a Semana Santa


Pelo visto, o peixe não deu para quem quis e a confusão está montada. Como mostras os vídeos a seguir





Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem