Polícia Civil prende homem condenado a mais de 19 anos de prisão por estupro de vulnerável da enteada

Nesta quinta-feira (28/04), por volta das 10h, policiais civis do 4º Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriram mandado de prisão em razão de sentença condenatória em nome de um homem, de 54 anos, pelo crime de estupro de vulnerável cometido em 2003, contra sua enteada, uma criança de 9 anos.


O indivíduo foi condenado a 19 anos e 3 meses de prisão em regime fechado.

De acordo com o delegado Kleber Willian, titular da unidade policial, quando a vítima já era adolescente e tinha 17 anos, ela realizou um trabalho escolar sobre violência sexual, ocasião em que se deu conta que havia sido abusada sexualmente pelo padrasto durante a infância.

“Desde então, a vítima contou aos seus familiares que o padrasto havia praticado atos libidinosos contra ela. Após isso, sua mãe rompeu o relacionamento que mantinha com o indivíduo, e realizou a denúncia para a polícia”, informou o delegado.

Conforme a autoridade policial, o homem passou a ser investigado pelo crime, porém, estava em liberdade. No dia 13 de abril deste ano, foi expedido um mandado de prisão em razão de sentença condenatória em nome dele, pela juíza Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro, da 1ª Vara Especializada em Crimes Contra Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.

“Com a ordem judicial decretada, seguimos em diligências em busca do infrator e o encontramos em sua residência, no bairro São José Operário, zona leste da cidade”, disse Kleber William.

Procedimentos – Ele foi condenado a 19 anos e 3 meses de prisão em regime fechado, e será conduzido à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará por audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem