Prefeito de Itacoatiara usa empresa de engenharia para contratar show dos ‘Barões da Pisadinha’ por R$350 mil

Amazonas – Após quase 2 anos de pandemia, o retorno das atividades festivas está a todo vapor e sendo considerado por muitos um certo exagero ao que desrespeito o cachê dos artistas para serem atrações em eventos comemorativos, que é o caso de Itacoatiara, visto que o prefeito do município, Mário Abrahim (PSC), resolveu pagar o valor de R$ 350 mil para contratar o show da banda ”Os barões da Pisadinha” para se apresentar no aniversário da cidade.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O município de Itacoatiara, interior do Amazonas, receberá a atração nacional para comemorar o 148º aniversário da cidade, que será comemorado do dia 23 a 25 de abril. Além de ”Os Barões da Pisadinha”, a festa também terá os shows de Wanderley Andrade, George Japa, Guto Lima e do levantador de toadas, Sebastião Junior, além das bandas locais.


Além do valor gasto com o cachê da atração nacional, o que levanta suspeitas é que a empresa selecionada para intermediar a contratação nacional, é especialista em construções de edifícios, no caso a Terraxx Locações e Execuções Eireli, inscrita no CNPJ de Nº 25.147.419/0001-00, sediada no estado de Tocantins.

A firma em questão, é representada pelo empresário Alcilon Pereira da Rocha, e possui um capital social de R$ 400 mil reais. Segundo o site da Receita Federal, a empresa Terrax Locações, além de especialista em construção de edifícios, possui mais 28 atividades secundárias, incluindo obras de engenharia civil não especificadas, perfuração e construção de poços de água, imunização e controle de pragas urbanas, filmagem de festas e eventos grande além de produção musica entre outras.

Vale ressaltar que a contratação da banda ”Os Barões da Pisadinha” ocorre com a dispensa de licitação, sendo considerada como inexigível pela contratante, ou seja, quando há ”inviabilidade de competição, em especial para a contratação de profissional de qualquer setor do meio artístico, diretamente ou por meio de empresário exclusivo, desde que consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública”, conforme consta no documento publicado pela Prefeitura de Itacoatiara no Diário Oficial da da Associação Amazonense dos Municípios (AAM), na última terça-feira (19).

Revolta

O gasto com o cachê dos artistas para festejar o aniversário de Itacoatiara, tem causado revolta em alguns moradores que alegam que a cidade está entregue às baratas, com ruas esburacadas e até mesmo interditadas para o tráfego de veículos. O valor de R$ 350 mil pago para uma banda nacional tocar algumas horas, é considerado fútil pela população que vem pedindo investimento no mínimo que é o saneamento básico e infraestutura do município.

O prefeito de Itacoatiara ainda não se manifestou sobre o caso.

Histórico por falta de comprometimento com o município

O Prefeito de Itacoatiara, Mário Abrahim (PSC), foi multado no valor de R$ 50 mil pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), após ignorar a decisão que determinou a retomada de contrato com a empresa de coleta de lixo e limpeza pública do município.

O contrato com a empresa que realizava o trabalho de limpeza foi encerrado pelo prefeito para favorecer empresários parceiros, e considerado pelo Tribunal de Contas que faltou transparência na rescisão em relação às despesas com o serviço.

A determinação foi do desembargador Wellington José de Araújo, em dezembro de 2021, e trata da execução de multa da sentença anterior, de setembro, na qual mandou o prefeito suspender processos administrativos do início de sua gestão que prejudicaram as atividades da empresa Estrela Guia Engenharia LTDA, que era prestadora do serviço.

Confira o documento:


Fonte: Portal CM7

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem