Prefeitura de Manaus inicia preparação de alunos para a 17ª edição da Obmep

Com a aproximação da 17ª edição da Olimpíada de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), um exame considerado de larga escala, pelo nível de complexidade e pela participação de estudantes de todo o país, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realiza nos dias 13 e 20/4, o “Dia D, vem para a Obmep”. 


Este ano, a intenção é envolver as 139 unidades da rede municipal de ensino e aproximadamente 62 mil alunos aptos para a prova.

A ação tem intenção de informar aos estudantes do 6º ao 9º do ensino fundamental sobre os programas e portais da Obmep e envolvê-los em um clima olímpico de competição.

“Ação instituída desde 2019, chamada de 'Dia D Vem para a Obmep', é uma aula diferenciada, uma chamada para a participação na 1ª fase da 17ª Obmep com apresentação de vídeos curtos contendo relatos de medalhistas, informação sobre a prova da Olimpíada (tipos de questões) na primeira e segunda fase; o Programa de Iniciação Científica e outros programas e portais do concurso”, explicou a coordenadora da Obmep e do programa Matemática Viva da Semed, Gisele Souza.

Mobilização

Uma das unidades que realizaram um trabalho pedagógico diferenciado no Dia D foi a escola municipal Aristóphanes Bezerra de Castro, localizada na comunidade Aliança com Deus, no bairro Cidade de Deus, zona Norte. A unidade de ensino é uma grande incentivadora do estudo da matemática e alcançou no ano de 2021 um bom resultado na Olimpíada Internacional de Matemática.

Conforme a gestora da unidade, Francineide Bento, a preparação já está a todo vapor, com atividades criativas que ajudam os alunos a absorver o conteúdo de forma diferenciada.

“Estamos trabalhando essa preparação por meio de práticas pedagógicas diferenciadas com jogos, formulários, gincanas, aulas interativas, programas, ou seja, com uma série de atividades criativas, para que até a prova os alunos estejam bem preparados. E nossa meta deste ano é conseguir a medalha de prata ou ouro, porque já conseguimos em alguns anos medalha de bronze. Então este ano queremos mais e nós vamos conseguir”, afirmou Francineide.

E tem aluno que está bastante confiante para a edição da Obmep de 2022. É o caso do aluno André Gonçalves Dias, de 13 anos, do 7º ano, o qual no ano passado foi destaque com uma menção honrosa.

“Eu sei que é uma prova complexa, difícil, mas a fórmula perfeita para obter um bom resultado é esfriar a cabeça e estudar, o resto é consequência desse esforço. E a minha meta deste ano é dar meu melhor e obter um resultado ainda melhor do que consegui ano passado, quem sabe até uma medalha de ouro”, frisou.

Olimpíada

A avaliação é promovida pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e recursos dos ministérios da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), para estimular o estudo da matemática e identificar talentos na área.

O exame é uma avaliação de larga escala direcionada para escolas públicas e privadas brasileiras e tem como objetivos estimular e promover o estudo da matemática, contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica, possibilitando que um maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material didático de qualidade e ainda identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades, nas áreas científicas e tecnológicas.

A prova composta por questões de múltipla escolha e discursiva será dividida em duas fases. A primeira ocorre no período de 8 a 20/6 e a segunda realizada em 8/10. No dia 20/12 sai a lista oficial com os premiados.

Fotos - Thais Araújo / Semed

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem