Prefeitura de Manaus vai trabalhar a médio prazo em galeria que cedeu na avenida 7 de Setembro

A equipe de pronta-resposta da Prefeitura de Manaus dá continuidade às ações emergenciais na avenida 7 de Setembro, Centro, onde, no início da tarde de quinta-feira, 14/4, a antiga galeria dos ingleses do século 19 rompeu, causando o afundamento de um trecho da via, no cruzamento com a avenida Eduardo Ribeiro.


De acordo com secretário da pasta, Renato Júnior, devido à subida do rio Negro, a galeria está totalmente inundada. A solução vem a médio prazo, pois o nível das águas está, hoje, com 28,1 metros de altura, impossibilitando temporariamente o serviço.

“Esse desafio é grande, um problema que vamos precisar de médio prazo para resolver. As subidas do rio já atingem 28,1 metros e a galeria está totalmente inundada dificultando e impossibilitando o trabalho de drenagem e o reforço na estrutura. Mas, vamos muito em breve apresentar uma solução temporária. O prefeito David Almeida esteve aqui e percebeu a problemática, porém determinou agilidade na solução, principalmente da trafegabilidade. Vamos cumprir”, disse Renato Júnior.

O secretário frisou ainda que a equipe já busca soluções, mesmo temporárias, no local. Os servidores executam um trabalho de limpeza, uma retroescavadeira irá ajudar com a retirada do entulho e a limpeza na rede de drenagem da galeria.

Ações estão sendo programadas e estudadas com muita urgência pelos técnicos da Seminf, pois a área é de grande fluxo e a população não pode ficar com esse prejuízo.

Fotos – Márcio Melo/Seminf

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem