Prefeitura entrega o ‘1º Prêmio Municipal de Direitos Humanos’

A Prefeitura de Manaus, por meio da Comissão Municipal de Organização e Julgamento, formada por diversas secretarias municipais, realizou na noite desta quinta-feira, 31/3, a entrega do “1º Prêmio Municipal de Direitos Humanos”, à pessoas e organizações que atuaram na área de direitos humanos entre os anos 2018 a 2021.


Ao todo, foram agraciadas 20 pessoas e instituições, além de nove menções honrosas.

Uma das homenageadas, foi Raimunda Rosa Pereira de Almeida, mãe do prefeito David Almeida e da secretária municipal de Educação, Dulce Almeida. A premiação reconheceu o trabalho em prol de pessoas em situação de vulnerabilidade, junto às ações sociais desenvolvidas pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. Dona Rosa, como era conhecida, morreu em novembro de 2020, vítima de uma parada cardíaca.

“Fico muito emocionada com esse reconhecimento feito à minha mãe. Ela estudou apenas até a quinta série, mas se ela tivesse seguido os estudos, com certeza teria feito Serviço Social. Ela sempre teve esse amor ao próximo. Teria sido uma grande assistente social”, comentou a secretária Dulce Almeida, ao receber a premiação.

Foram premiadas pessoas físicas e instituições que se destacaram nas áreas de promoção e defesa dos direitos humanos, nas seguintes categorias: Defensores de Direitos Humanos; Educação em Direitos Humanos; Comunicação em Direitos Humanos; Garantia dos Direitos da População em Situação de Rua; Enfrentamento à Violência; Segurança Pública e Direitos Humanos; Promoção e Respeito à Diversidade Religiosa; Garantia dos Direitos da População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBTQIA+); Erradicação do Subregistro de Nascimento; Erradicação do Trabalho Escravo, Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente; Garantia dos Direitos das Pessoas com Deficiência; Igualdade Racial; Igualdade de Gênero; Garantia dos Direitos de Comunidades Tradicionais; Cultura e Direitos Humanos; Emergência Humanitária e Calamidade e Fortalecimento das Capacidades Protetivas das Famílias.

“Essa premiação reconhece a atuação de diversas pessoas e instituições que se destacaram na defesa da garantia de direitos. Muito nos orgulha fazermos parte de uma gestão que valoriza as boas práticas. Com apenas três meses de administração do prefeito David Almeida, foi formada a comissão que ficou responsável por organizar a premiação”, informou a titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Jane Mara Moraes.

A Comissão Municipal de Organização e Julgamento é formada por representantes da Semasc, e das secretarias municipais de Educação (Semed); de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas); do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi); de Saúde (Semsa); Casa Militar; Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult); e Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil (Sepdec).

“Foram diversas categorias premiadas e a avaliação foi feita por meio de uma comissão composta por representantes de várias organizações municipais. Foram muitas inscrições, com trabalhos fantásticos e consideramos, que esta primeira premiação foi um sucesso, que nos traz uma responsabilidade ainda maior para realizar a próxima edição”, concluiu a coordenadora da Comissão Municipal de Organização e Julgamento, Graça Prola.

Fotos – Altemar Alcântara / Semcom

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem