Repórter da TV Globo é vítima de ato obsceno ao vivo

Rio - Uma equipe da TV Globo de Brasília foi vítima de um ato obsceno, ao vivo, na segunda-feira. A repórter Camila Guimarães fazia uma entrada em um noticiário quando um veículo VW Gol branco passou em baixa velocidade na rua e o homem que estava no banco do carona colocou o bumbum na janela.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO
 
No código penal brasileiro, o crime de ato obsceno é definido no artigo 233 como aquele que "fere a norma social, a modéstia, a decência, o pudor, o decoro, a lei natural e a ordem pública". Caso o responsável seja identificado, ele pode pegar pena de até um ano, além do pagamento de uma multa.

Fonte: O Dia

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem