Ageman solicita informações sobre implantação da segunda fase do serviço Zona Azul no centro de Manaus

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) concedeu um prazo de cinco dias para que a concessionária do serviço Zona Azul informe o quantitativo de monitores e demais providências, visando a implantação da segunda etapa do serviço de estacionamento rotativo pago, no centro de Manaus.


A expansão do Zona Azul para outras 20 ruas e avenidas do centro comercial de Manaus será realizada de forma gradual, iniciando a partir de 9/5, conforme acordo estabelecido entre Ageman, Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc) e a empresa Consórcio Amazônia, Tecnologia de Trânsito da Amazônia SPE – Ltda., a qual detém a concessão do serviço.

“Como a primeira fase dessa expansão está marcada para o dia 9, próxima segunda-feira, queremos verificar com a empresa quais providências já foram tomadas pela concessionária, no sentido de garantir e promover um melhor atendimento aos usuários que forem utilizar o serviço, nessa importante área comercial de nossa cidade. Essa é uma determinação do prefeito David Almeida”, declarou o diretor-presidente da Ageman, Elson Ferreira.

No início desta semana, técnicos da Diretoria de Transporte e Mobilidade Urbana da Ageman realizaram uma vistoria na localidade, que receberá a expansão do serviço a partir da próxima semana.

Atualmente, o serviço oferta 2.100 vagas no primeiro lote já em operação na área central de Manaus. Outras 1.100 no lote 2 também no Centro e outras 629 no conjunto Vieiralves, zona Centro-Sul da capital, onde o serviço se encontra temporariamente suspenso aguardando a conclusão de obras viárias que estão sendo realizadas na localidade.

O serviço Zona Azul é operacionalizado pela empresa Consórcio Amazônia, Tecnologia de Trânsito da Amazônia SPE – Ltda., detentora da outorga do serviço, conforme contrato nº 014/2015 – celebrado com o município de Manaus. O sistema começou a funcionar em Manaus com tarifa de R$ 2,45 a hora.

Os créditos podem ser adquiridos por meio do aplicativo Zona Azul Manaus, site www.zamanaus.com.br nos postos de venda autorizados ou ainda com os monitores.

Programação de implantação do lote 2 – Zona Azul

9/5 – 1ª etapa

Rua José Paranaguá – Trecho entre avenida 7 de Setembro e rua Dr. Almínio;
Rua Quintino Bocaiúva – Trecho entre Guilherme Moreira e Dr. Moreira;
Guilherme Moreira – Trecho entre Quintino Bocaiúva e avenida 7 de Setembro;
Dr. Moreira – Trecho entre Quintino Bocaiúva e José Paranaguá;
Avenida Floriano Peixoto – Trecho entre as avenidas Eduardo Ribeiro e 7 de Setembro;
Rua Lima Bacuri – Trecho entre Floriano Peixoto e Dr. Almínio.

16/5 – 2ª etapa

Rua Quintino Bocaiúva – Trecho entre Pedro Botelho e Floriano Peixoto;
Rua Mundurucus – Trecho entre rua dos Andradas e Quintino Bocaiúva;
Rua dos Andradas – Trecho entre Floriano Peixoto e Pedro Botelho;
Rua Leovegildo Coelho – Trecho entre Floriano Peixoto e Miranda Leão;
Rua Celso Pessoa – Trecho entre rua dos Andradas e Miranda Leão;
Rua Rocha dos Santos – Trecho entre rua dos Andradas e Miranda Leão.

23/5 – 3ª etapa

Rua Miranda Leão – Trecho entre Marquês de Santa Cruz e Pedro Botelho;
Rua Leovegildo Coelho – Trecho entre Miranda Leão e rua Barão de São Domingos;
Rua Celso Pessoa – Trecho entre Miranda Leão e rua Barão de São Domingos;
Rua Rocha dos Santos – Trecho entre Miranda Leão e rua Barão de São Domingos;
Rua dos Barés – Trecho entre Rocha dos Santos e Pedro Botelho;
Rua Marquês de Santa Cruz – Trecho entre rua dos Barés e Miranda Leão;
Rua Tabelião Bessa – Trecho entre rua dos Barés e Barão de São Domingos;
Rua Barão de São Domingos – Trecho entre tabelião Bessa e Pedro Botelho.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem