Águas de Manaus e Prefeitura lançam programa que oferece duas mil vagas gratuitas para capacitar empreendedores

Empreender não é uma tarefa fácil, seja para quem já está no ramo, ou para quem deseja começar “do zero”.


Para incentivar a geração de renda na cidade, a Prefeitura de Manaus, por meio das Secretarias Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) em parceria com a concessionária Águas de Manaus, lançam nesta quinta-feira (19), o projeto “Negócio Cultural”, que oferece 2 mil vagas gratuitas de capacitação para microempreendedores, pequenos produtores locais e jovens com idade a partir dos 15 anos de idade.

Além de facilitar o caminho de quem já possui ou deseja abrir um negócio próprio, o programa tem o objetivo de conscientizar os participantes sobre a importância de se ter um empreendimento voltado para a sustentabilidade.

O “Negócio Cultural” é um dos maiores programas privados gratuitos do Brasil e vai impactar, diretamente, cerca de 2 mil pessoas somente em Manaus. Trata-se de uma ação com apoio da Secretaria Especial da Cultura, patrocinada pela Aegea Saneamento por meio do Instituto Aegea, pela concessionária Águas de Manaus, e realizada pela Ecotransforma Produções e NTICS Projetos.

O programa irá trabalhar quatro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS), que são: Trabalho decente e crescimento econômico (8), Indústria, inovação e infraestrutura (9), Redução das desigualdades (10) e Consumo e produção responsáveis (12). "Queremos auxiliar as pessoas a reinventarem sua forma de geração de renda, ou descobrir um novo caminho, seja qual for o tamanho e ramo da atividade. Estamos colaborando para impactar positivamente a vida dos moradores da cidade de diversas maneiras”, declarou o diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada.

O “Negócio Cultural” acontecerá de forma online, através de aulas via Youtube. Entre os assuntos abordados, estão dicas para gestão financeira, de recursos humanos, marketing digital, ferramentas de otimização de vendas e conceitos sustentáveis que podem ser aplicados pelos participantes. Os alunos também terão à disposição uma plataforma temática, que vai possibilitar o aprofundamento nos temas.

MENTORIA GRATUITA - Para acompanhar o desenvolvimento das ideias que vão surgir durante o projeto, uma equipe do “Negócio Cultural” ficará à disposição dos participantes para uma mentoria individualizada, após o final das oficinas. O objetivo é tirar dúvidas e auxiliar os participantes na aplicação do conteúdo ministrado. Além, disso, todos recebem certificado de conclusão do curso de 40h.

INSCRIÇÕES – As inscrições são gratuitas e já estão disponíveis. Elas podem ser feitas através do site https://negociocultural.com.br e podem participar microempreendedores locais, pequenos produtores e jovens a partir de 15 anos que queiram abrir um negócio para geração de renda ou otimizar um negócio já existente. O prazo para inscrição vai até o dia 30 de maio. As aulas estão previstas para começarem na primeira quinzena de junho.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem