Base Arpão é destaque de segurança para bacias hidrográficas do país

Projeto inédito de combate ao narcotráfico, à pirataria e aos crimes ambientais no estado do Amazonas, a Base Fluvial Arpão é destaque para os agentes da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).


Eles estiveram no local até a quarta-feira (11/05), e passaram pela experiência que agentes do sistema de segurança vivenciam todos os dias para garantir a segurança da população ribeirinha.

Após dois dias na base, localizada em Coari (a 363 quilômetros de Manaus), os agentes retornaram para Manaus e se reuniram com o secretário de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), general Carlos Alberto Mansur, e o secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas (GGI-F), capitão PM Diego Magalhães.

O coordenador de Normatização e Metrologia da Senasp apresentou os relatos da experiência que vivenciaram durante este período, e destacou a Base como exemplo para outros estados.

“O Amazonas está saindo na frente nessa questão de segurança em bacias hidrográficas, assim como o Pará. Estamos vendo que a nossa Amazônia está ficando cada vez mais protegida. O exemplo da Base Arpão é sensacional, estrategicamente posicionada, com profissionais de todas as forças policiais de forma integrada, combatendo o crime organizado, trazendo resultados e devolvendo para a sociedade todo o investimento colocado”, destacou.

O general Carlos Alberto Mansur reforçou a importância do trabalho integrado entre as forças de Segurança do estado.

“É uma determinação do governador Wilson Lima que todos os nossos órgãos do sistema de Segurança Pública trabalhem integrados para termos resultados positivos, como estamos fazendo diariamente, combatendo o tráfico de drogas”, disse o titular da SSP-AM.

O representante da Senasp contou que o MJSP conta com a Secretaria de Operações Integradas (Seopi), criada em 2019 justamente para ocorrer integração entre as forças de segurança.

“A Seopi desenvolve um trabalho muito interessante, principalmente em regiões de fronteira. A integração entre os órgãos do sistema de segurança pública é algo vital, e a própria Secretaria de Segurança já enxergou isso com bons olhos”, reforçou.

Base Arpão – A iniciativa é resultado de parceria com o Governo Federal, por meio da Seopi, do MJSP. O projeto é mais uma parceria entre a SSP-AM e o MJSP, por meio do Programa Vigia e da Operação Hórus.

A operação Hórus conta com o efetivo de todo o Sistema de Segurança Pública e atua nas divisas, fronteiras e rodovias estaduais, além de atuar diretamente na Base Arpão, localizada no município de Coari, e na cidade de Tabatinga, que faz fronteira entre o Brasil, Colômbia e Peru, reprimindo a rota do tráfico. Na capital, os agentes trabalham na região metropolitana.

FOTOS: Eliana Nascimento e Divulgação/SSP-AM

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem