Bolsonaro admite que povo ‘vivia melhor no tempo de Lula, sem pandemia e guerra’

O presidente Jair Bolsonaro admitiu nesta segunda-feira (16), em conversa com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada, em Brasília, que as pessoas viviam melhor nos mandatos do ex-presidente Lula. 




Bolsonaro afirmou que seu governo foi comprometido, em comparação com a gestão petista, pelas medidas de isolamento social para combate a pandemia e a guerra na Ucrânia. “No tempo dele [Lula], o povo vivia um pouco melhor do que hoje’. É lógico que vivia, concordo! Temos um pós-pandemia, do ‘fique em casa’, economia a gente vê depois, uma guerra, entre outros problemas”, afirmou

No entanto, o atual presidente acusou, antes da afirmação, as gestões de Lula e Dilma Rousseff de corrupção e completou que a vida das pessoas poderia ser bem melhor se não tivessem ocorrido desvios de dinheiro público.

As declarações de Bolsonaro vem no momento que a política econômica é pressionada pela alta da inflação. O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), índice que mede a variação de preços, registrou alta de 1,06% no mês de abril, o maior para o mês desde 1996.

Embora sem citar o petista nominalmente, Bolsonaro mostrou acreditar que o eleitor faz comparações entre passado e presente na hora de escolher seu candidato. “Uma parte da população não sabe ver diferença. Olha na ponta da linha como está o preço na gôndola do supermercado e vota de acordo com o que está vendo, achando que vai voltar o diesel a R$ 3, a lata de óleo a R$ 5”, declarou o presidente, pré-candidato à reeleição.


Com informações do Terra

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem