Campanha contra influenza e sarampo segue com os mesmos públicos em Manaus

A Prefeitura de Manaus informa que a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza e Sarampo segue atendendo, na capital, os públicos da primeira etapa, ou seja, trabalhadores de saúde, que podem receber as duas vacinas, e idosos a partir dos 60 anos, que estão sendo imunizados apenas contra a influenza.


O titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Djalma Coelho, explica que só será possível avançar para novos públicos quando o município receber do Ministério da Saúde as doses necessárias para dar seguimento à campanha.

“Até o momento as doses não chegaram, por isso, não daremos início à segunda etapa da campanha neste dia 3 de maio, como estava planejado. Pelo mesmo motivo, o município ainda não agendou o Dia D de vacinação contra influenza e sarampo”, detalha Djalma, destacando que a expectativa da prefeitura é que o atendimento aos grupos prioritários e o Dia D aconteçam ainda nesta primeira quinzena do mês.

A segunda etapa da vacinação contra influenza vai contemplar, além de trabalhadores de saúde e idosos, outros 15 grupos considerados prioritários. São eles: crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade; gestantes em qualquer idade gestacional; puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto); povos indígenas (população a partir de seis meses, assistida pela Sesai/Disei Manaus); professores das escolas públicas e privadas; pessoas com deficiência permanente; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; caminhoneiros; motoristas e cobradores em exercício efetivo no transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Para o sarampo, o único grupo a ser contemplado na segunda etapa da campanha é o de crianças de seis meses a menores de cinco anos.

Continuidade

O secretário Djalma Coelho orienta que os trabalhadores de saúde e idosos que ainda não se vacinaram procurem uma das 171 salas onde as vacinas estão disponíveis ou em um dos pontos estratégicos de vacinação – Centro de Convenções, o “sambódromo”, na zona Oeste; Studio 5, na zona Sul; e shopping Phelippe Daou, na zona Norte, que funcionam de segunda a sábado, das 9h às 16h; e Sesi, na zona Leste, que atende de segunda a sexta, também das 9h às 16h.

A lista com o endereço das unidades com salas de vacina pode ser acessada no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) ou diretamente pelo link http://bit.ly/salavacinamanaus.

“Seguimos vacinando normalmente os públicos já contemplados e pedimos aos que, por algum motivo ainda não se vacinaram, que busquem um dos locais de atendimento, para garantir sua proteção”, orienta Djalma.

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), Marinélia Ferreira, salienta que a vacina contra a influenza é trivalente e protege contra três tipos de cepas de vírus em combinação H1N1, H3N2 e linhagem B/Victoria. Já a vacina contra o sarampo é a tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola.

Fotos - Camila Batista / Semsa

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem