Caprichoso em contagem regressiva para o título do maior festival de todos os tempos

Presidente Jender Lobato trabalha gestão organizacional para a construção do grande espetáculo “Amazônia, Nossa Luta em Poesia”


O torcedor azulado já vive a ansiedade, a exatamente um mês de espera, para viver o grande espetáculo “Amazônia, Nossa Luta em Poesia” na arena do Bumbódromo, que está em ritmo acelerado de construção nos galpões, ateliês e no curral Zeca Xibelão. 

A montagem de cada peça desse quebra-cabeça chamado boi de arena é minimamente acompanhada, diariamente, pelo presidente Jender Lobato, que trabalha forte administrativamente para consagrar o Caprichoso campeão do 55ª Festival Folclórico de Parintins.

O projeto 2022 ganhou um triplo sentido para a diretoria e Conselho de Artes, em continuidade à preparação que estava em execução desde 2020, quando foi interrompida pela situação de emergência de saúde pública mundial causada pela pandemia da Covid-19 no momento em que o Caprichoso entraria nos galpões para os trabalhos do projeto “Terra: Nosso Corpo, Nosso Espírito”. Para Jender Lobato, o título que o Caprichoso trabalha para conquistar equivale a três campeonatos 2020/2021/2022.

O clima do festival de Parintins, conforme o dirigente azulado, pode ser percebido com a presença maciça de torcedores nos eventos do Caprichoso em Parintins e em Manaus na temporada. “Estamos em um grande preparativo para esse festival imenso que o Caprichoso faz para a nação azul e branca. Os artistas e colaboradores estão a todo vapor na construção do melhor projeto boi de arena. O Caprichoso prioriza sempre o seu trabalhador, a sua arte e a humanização de todos os setores”, afirma Jender.

O presidente destaca a gestão organizacional para proporcionar dignidade e respeito a todos os segmentos envolvidos no espetáculo. “Temos uma harmonia dentro dos galpões. Vamos ser consagrados com uma grande apresentação nas três noites (24, 25 e 26 de junho). Ao mesmo tempo, conquistarmos a nação e os jurados para que a gente possa ser campeão do festival. Tenho certeza que nossos itens darão o melhor de si e vamos fazer deste o maior festival de todos os tempos, um festival que vai valer por três”, decreta o dirigente.

Fotos: Pedro Coelho e Emerson Cardoso.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem