Com faixa de areia reduzida, prefeitura orienta banhistas para bom uso da Ponta Negra

O rio Negro atingiu, nesta terça-feira, 31/5, a marca de 29,47 metros, sendo até agora a 8ª maior enchente já medida nos últimos 120 anos.


Com a subida das águas, uma parte da praia do complexo turístico Ponta Negra, na zona Oeste, está encoberta pelas águas escuras do rio Negro, deixando o ambiente ainda mais bonito para contemplação da cheia.

Nas últimas 24 horas, o rio subiu 3 centímetros e a Prefeitura de Manaus vem monitorando a cheia, que reduz a área de praia da Ponta Negra. O poder público municipal reforça as orientações para segurança dos banhistas quando a faixa de areia fica estreita e que os frequentadores devem respeitar as marcações feitas pelos salva-vidas do Corpo de Bombeiros.

“Apesar do rio cheio, a praia perene está nivelada. Os salva-vidas estão no local para prevenção e possível necessidade de resgate nas águas”, explica o subcoordenador da Comissão do Parque, Cesar Freitas.

Desde 2011, a praia não desaparece mais completamente como antes sob as águas do Negro, durante a cheia. Os espaços de barracas são ajustados para propiciar conforto aos banhistas, ficando mais concentrados conforme a movimentação na praia, que é mais intensa nos fins de semana, feriados e nos dias ensolarados.

Com o alerta para o rio cheio, o Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados simples, como atenção com as crianças, que deve ser redobrada.

Praia

A técnica perene foi a mesma usada em praias famosas como as de Copacabana (RJ), e nas ilhas artificiais de Dubai, nos Emirados Árabes. A praia perene da Ponta Negra, que tem 4,8 mil metros quadrados e foi entregue durante a obra de requalificação da primeira etapa do complexo, no ano de 2012.

“Nossa principal orientação é para que os banhistas procurem as áreas conhecidas e demarcadas, previamente supervisionadas pelos salva-vidas. E usar de bom senso e agir com prudência. Tem pessoas que não tem tanta habilidade em nadar ou tanta afinidade com a água, e não devem negligenciar a própria segurança, nadando para longe. Pode acontecer de se desgastar fisicamente ou sentir uma câimbra, entrar em pânico e iniciar um processo de afogamento”, alerta o sargento do Corpo de Bombeiros, Leandro Nunes.

Segurança

A Prefeitura de Manaus ressalta que é importante respeitar as normas de uso do espaço e não ultrapassar o cordão de isolamento na água, colocado pela equipe de salva-vidas do Corpo de Bombeiros, que indica a área de segurança dos banhistas no rio. Além do horário indicado para banho – até as 17h – e a preocupação com as crianças dentro do rio, a recomendação principal é o cuidado no consumo de bebidas alcoólicas.

Os corpos permanentes de segurança, incluindo Guarda Municipal, com ciclopatrulha, a Polícia Militar e bombeiros atuam no monitoramento da praia e na segurança dos banhistas até as 17h, bem como na segurança e manutenção do patrimônio de todo o complexo. Equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) também reforçam a higiene do calçadão e da praia perene.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem