FCecon realiza oficina sobre controle de infecções hospitalares

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) realizou, nesta quinta-feira (19/05), a 3ª Oficina de Qualidade Assistencial em Controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde.


O evento contou com seis palestrantes e ocorreu no auditório João Baldino, 3º andar da instituição, no bairro Planalto, zona centro-oeste de Manaus.

A capacitação levou aos servidores conhecimentos sobre medidas que visam assegurar a segurança à assistência em saúde, evitando a ocorrência de infecções em ambiente hospitalar, segundo a gerente da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH/FCecon), enfermeira Glauciane Neves.

“O objetivo da oficina é contribuir para o aprimoramento do conhecimento dos nossos servidores, para reduzirmos os índices de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (Iras), considerando que os pacientes oncológicos são imunossuprimidos e estão mais suscetíveis a essas infecções, por conta dos procedimentos invasivos pelos quais passam”, disse Glauciane Neves.

A CCIH e o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) da FCecon seguem um plano anual de atividades de orientação à equipe multiprofissional e de acompanhamento das infecções hospitalares ocorridas na instituição.

A oficina faz parte desse planejamento, assim como a ida presencial às enfermarias e Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para orientação aos profissionais, entre elas, o reforço à higienização das mãos, conforme a técnica e o tempo corretos.

Palestras - Seis palestrantes da FCecon e de instituições convidadas participaram da oficina. Uma das palestras abordou como reconhecer microrganismos multirresistentes em ambiente hospitalar, ministrada pela coordenadora da CCIH Estadual, enfermeira Evelyn Campelo.

A oficina também contou com temas relacionados às medidas preventivas de pneumonia associada à ventilação mecânica, de infecções de trato urinário e de corrente sanguínea, e como realizar o reprocessamento de artigos hospitalares.

FOTOS: Ludmila Dias/FCecon e Laís Pompeu/FCecon

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem