“Matei sob uso de entorpecente”; Vigilante do condomínio confessa ter matado a servidora federal

O vigia Caio Claudino de Souza, 25 anos, contou que no dia do crime ele estava sob efeito de entorpecentes e estava desesperado pois o seu filho estaria doente e ele precisava de dinheiro. 


Então, o assassino teve a ‘brilhante’ ideia de invadir algum apartamento e conseguir o valor. Infelizmente, Silvanilde saiu de seu apartamento na hora errada e acabou sendo a vítima, ela foi esfaqueada por mais de 12 vezes na região do pescoço.

O vigilante foi preso no começo da tarde desta terça-feira (31), e confessou o crime na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Ele definiu a morte de Silvanilde como um acidente, chorou, pediu desculpas e diz que se arrependeu do que fez.

Caio estaria no seu primeiro dia de trabalho no condomínio Gran Vista, localizado no bairro Ponta Negra, na zona Norte de Manaus. Ele estaria fazendo um extra, pois no local estava acontecendo três festas.

Caio Claudino de Souza saiu do local do crime de motocicleta com a blusa suja de sangue. Ele foi preso 10 dias após o crime.


Relembre o caso de morte brutal

Conforme a perícia, Silvanilde Ferreira foi asfixiada e morta com 12 facadas, uma das perfurações que chamou atenção foi uma no pescoço, que estava bem profunda.

Conforme o relato de Stephanie à polícia, ela recebeu uma mensagem de SOS da mãe e mandou duas mensagens em retorno, porém não obteve resposta, por isso, pediu ao porteiro do condomínio, que fosse ao apartamento da genitora para verificar se estava tudo bem. Ao retornar, ele informou que ninguém atendia, e que os veículos estavam todos na garagem.

Com isso, ela foi ao apartamento, juntamente com o namorado, e encontrou a mãe estendida no chão da sala, de bruços em uma poça de sangue. Ela relatou, ainda, que não havia sinais de arrombamento e a única coisa levada do local foi o celular da vítima. A servidora já morava no local há mais de 10 anos.



https://amazoniapress.com.br/vigilante-que-matou-servidora-federal-confessa-que-estava-sob-uso-de-entorpecentes/

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem