Morador de rua morre na fila do café da manhã na madrugada mais fria do ano em São Paulo

Brasil – Com frio e fome, Isaías de Faria, de 66 anos, chegou ao centro de convivência São Martinho de Lima, na zona leste de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (18).







Ele passou por uma triagem e pegou uma senha para tomar um café da manhã distribuído diariamente no local, por volta das 8h. Mas ele teve uma convulsão, caiu e morreu antes de fazer a refeição.

Três horas depois, o corpo permanecia no local, isolado por algumas fitas e coberto por um lençol branco, ao lado de um chapéu e da mochila da vítima.


Isaías era velado pelos olhares cabisbaixos de dezenas de moradores de rua que aguardavam ser chamados para o almoço que também é oferecido de graça no local.

As testemunhas que viram o momento em que Isaías morreu disseram que ele só estava vestido com uma blusa fina e tinha sinais de hipotermia, como dificuldades para se movimentar ou falar.

Procurada, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo informou que “o caso foi registrado como morte suspeita pelo 8º Distrito Policial. Foi solicitado exame necroscópico da vítima para esclarecer todas as circunstâncias relacionadas ao fato”.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a cidade de São Paulo registrou 6,6ºC na madrugada desta quarta, a menor temperatura para o mês de maio dos últimos 32 anos.


Fonte: Portal CM7 

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem