Pai mata filho de 8 anos após perder guarda para ex-mulher

Um pai matou seu próprio filho, na tarde desta segunda-feira (09), após perder uma ação na justiça. Sobretudo por conta da guarda da criança. 




Segundo a Polícia, Jhoathan João Pelepenko não aceitou perder a guarda do seu filho de 8 anos para a sua esposa.

Por conta disso, ele atirou na criança a sangue frio, matando-o na hora. No entanto, ele se arrependeu do que fez e se suicidou.

Ainda, tanto ele quanto sua esposa estavam separados, e a ideia do suspeito era se mudar para Santa Catarina. E foi por esse motivo que a disputa pela guarda do filho começou.

No Tribunal, sua ex-mulher conseguiu o direito de guarda, que deixou seu marido revoltado, a ponto de cometer o crime.

Além de homicídio, Jhoatan também sequestrou seu filho, enganando sua ex-mulher, com a desculpa de passar um dia com o filho.

Após a esposa concordar com isso, ele o levou para o hotel, e minutos depois, ligou para a ex-mulher, com ameaças de matar a criança se ela desistisse da guarda.

Imediatamente, a mulher ligou para a Polícia Militar, que foi até o local onde o suspeito fez seu filho refém.

No entanto, eles chegaram tarde demais, e não conseguiram evitar a morte do menino.


Com informações do Correio do Interior. 

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem