Prefeitura de Manaus promove oficina de empreendedorismo com materiais recicláveis

Com o intuito de mostrar a importância da reciclagem e, ao mesmo tempo, ensinar o caminho do empreendedorismo para mães de alunos, a Prefeitura de Manaus realiza a cada dois meses a oficina “Empreendedorismo Ambiental: a arte de criar e recriar com o que temos”.


A ação é coordenada pelas Ocas do Conhecimento, projeto da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que trabalha a educação ambiental em espaços não-formais.

Na última sexta-feira, 29/4, a oficina foi destinada a mães de alunos de escolas municipais adjacentes à Oca do Puraquequara, zona Leste. Na ocasião, as mulheres aprenderam a confeccionar brincos e pulseiras a partir de sementes. “A Prefeitura tem a prática de oferecer oficinas de cunho sustentável às mães, como essa em especial, que é voltada ao empreendedorismo. E a ideia desse trabalho é tirar as mães da ociosidade, de promover práticas para conscientização ambiental e até mesmo de ajudar essas mães a complementar a renda delas”, pontuou o assessor das Ocas do Conhecimento, Ewerton Nascimento.

A Oca do Puraquequara funciona desde julho de 2013 e, desde lá, já ofertou cursos para mais de 100 mulheres. Segundo a coordenadora Antônia Bastos, nesses quase dez anos de existência foram oferecidos diversos cursos.

“A oficina é um ponto forte na Oca do Puraquequara, mas aqui já teve curso de pintura e de bolsas, por exemplo, sempre com esse cunho de reaproveitamento de resíduos. O objetivo é valorizar o uso de materiais recicláveis, e com a proposta de apresentar algo novo às mães, porque muitas dessas mulheres que atendemos aqui são donas de casa e, por conta disso, não têm como trabalhar fora para complementar a renda familiar”, enfatizou a coordenadora.

A oficina contou com a participação de mais de dez mulheres. Uma delas foi a auxiliar administrativa Ângela Cabral, que já pensa em ampliar o conhecimento na área. "Como já trabalho com artesanato para ter uma renda extra, essa oficina vai me ajudar bastante a diversificar meu trabalho, a ampliar meu conhecimento nessa área. Com isso, vou melhorar a minha renda ainda mais”, disse Ângela.

O curso também ajudou a dona de casa Yamile Coutinho a entender o que pode fazer para tornar o meio ambiente mais limpo. “O curso me abriu a mente sobre a reutilização de lixos, do que eu posso fazer para melhorar o meu ambiente e ainda aprendi que posso ganhar dinheiro com esta conscientização, adorei”.

Fotos - Eliton Santos/Semed

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem