Prefeitura promove ação de Educação em Saúde na operação Cheia 2022

Como parte das ações da operação Cheia 2022, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), promoveu nesta quinta-feira, 19/5, ações de Educação em Saúde no bairro Colônia Antônio Aleixo, na zona Leste.


A atividade foi executada por profissionais do Distrito de Saúde (Disa) Leste e do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae), com visita às residências nas áreas de maior risco para enchentes, reforçando as orientações de promoção da saúde e prevenção de doenças para a população em situação de vulnerabilidade.

Segundo a chefe do Núcleo de Educação em Saúde, enfermeira Lilian Zacarias, a Semsa desenvolve todos os anos um plano de ação para atuar no período de cheia dos rios, já que há o risco de aumento no registro de casos de doença de veiculação hídrica, como diarreia e hepatite A, além de acidentes com animais peçonhentos e de ocorrência de leptospirose, zoonose transmitida pelo contato com urina de animais infectados, principalmente de ratos, ou água e lama contaminadas pela bactéria Leptospira.

“As ações de Educação em Saúde têm o objetivo de reforçar as orientações para a população sobre o cuidado necessário nesse período de cheia dos rios. Com as alterações no meio ambiente, animais acabam procurando locais mais secos e dentro das residências, o que pode provocar acidentes com animais peçonhentos e contaminação de alimentos e da água. Até na hora de calçar um sapato, principalmente no caso das crianças, é preciso que os pais tenham atenção para verificar se não há presença de aranhas ou outros animais e sempre manter alimentos e água cobertos e guardados de forma adequada”, ressaltou Lilian Zacarias.

Durante a ação, a gerente do Disa Leste, Rosângela Castro da Silva, explicou que a zona Leste de Manaus tem áreas de risco para enchentes monitoradas nos bairros Colônia Antônio Aleixo, Nova Esperança, Puraquequara e Mauazinho, onde as unidades de saúde realizam durante todo o ano o trabalho de Educação em Saúde, que é reforçado no período da cheia dos rios.

“As unidades de saúde são ponto focal junto à comunidade, monitorando a situação de saúde das famílias, disponibilizando vacinas, atendimento médico e de enfermagem, sempre vigilante para a ocorrência de agravos. São ações fundamentais para evitar o adoecimento da população”, afirmou Rosângela Castro, lembrando que também é feita a distribuição do hipoclorito, utilizado na desinfecção da água para o consumo humano.

Atendida na Unidade Básica de Saúde (UBS) Lago do Aleixo, no bairro Colônia Antônio Aleixo, a pescadora Meirejani Barbosa destacou a importância das ações de Educação em Saúde na prevenção de doenças.

“Eu moro hoje em uma área mais tranquila, mas morei 12 anos na rua 3 de Setembro, que alagava todos os anos e tinha problemas com insetos, ratos e até cobras. E o trabalho de orientação das equipes de saúde é muito importante, sempre iam em casa e levavam mosquiteiro e hipoclorito para ajudar a evitar doenças”, contou Meirejani Barbosa.

Além da ação no bairro Colônia Antônio Aleixo, o trabalho de Educação em Saúde foi realizado esta semana nos bairros Puraquequara e Centro. Na próxima semana, a programação seguirá para comunidades no bairro Mauazinho.

O plano de ação da Semsa para a operação Cheia 2022 envolve também a atuação de equipes de Vigilância Ambiental e Epidemiológica, do Centro de Controle de Zoonoses, da Vigilância Sanitária, o setor de Vigilância da Água e da Atenção em Saúde.

Fotos - Camila Batista/Semsa

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem