Prefeitura soma mais de 2 mil projetos analisados no Implurb no primeiro quadrimestre de 2022

Com uma variação total de 92% em análises de licenças, certidões e documentos, a Prefeitura de Manaus acumula 2.061 processos analisados de janeiro a abril de 2022, contra 1.076 do mesmo período de 2021, conforme dados do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).


No mês passado foram 457 processos na Divisão de Aprovação de Projetos (Diap), 23% a mais que em abril de 2021. Durante a gestão do prefeito David Almeida o acumulado chega a 8.455 processos, entre janeiro de 2021 e abril de 2022.

“Seguimos a determinação do prefeito David Almeida, de melhorar os índices urbanísticos e de licenciamento, para Manaus ser cada vez mais atrativa a novos negócios, empreendimentos e investimentos. Modernização de sistemas e o trabalho de uma equipe valorosa representam mais processos e projetos em análise, aumentando o volume de licenciamento”, explica o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

O maior volume se reflete diretamente na alta da arrecadação municipal na autarquia, que em abril de 2022 registrou R$ 2.295.500,47, incremento de 42,36% em relação a abril de 2021. No quadrimestre a variação é de 16,86%, totalizando R$ 7,4 milhões de janeiro a abril.

“Atuamos com indicadores de produtividade, focados em eficiência e meritocracia, bandeiras do prefeito David Almeida”, pontua Valente.

Fotos – Antônio Pereira / Semcom

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem