Prefeitura vai apoiar o IBGE na realização do Censo Demográfico 2022 em Manaus

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai apoiar o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) na realização do Censo Demográfico 2022.


Os órgãos irão compartilhar entre si dados relevantes para o levantamento censitário e para a reorganização das áreas de abrangência acompanhadas pela Atenção Primária na capital.

O chefe do Núcleo de Territorialização do Departamento de Informação, Controle, Avaliação e Regulação (Dicar/Semsa), Bruno Oliveira, informou que a estrutura da secretaria, que já atua constantemente em todos os bairros e comunidades da cidade, será essencial na realização do Censo Demográfico.

A Semsa conta com cerca de 1.380 Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e aproximadamente 245 unidades de saúde, que poderão servir como ponto de apoio aos Agentes Censitários Municipais (ACM) ou aos Coordenadores Censitários de Subáreas (CCS).

“A secretaria irá disponibilizar um arquivo digital (shapefile/KML) que possui um geolocalizador com a lista e as rotas das comunidades rurais, além das unidades de saúde nas zonas rural e urbana com o contato telefônico dos responsáveis”, explicou.

A parceria entre a Semsa e o IBGE vem sendo consolidada desde março deste ano, e as informações necessárias devem ser repassadas até julho, visto que os trabalhos do Censo Demográfico 2022 terão início em 1º de agosto.

“A parceria com a Semsa é fundamental porque um dos maiores desafios para o Censo em Manaus são as áreas que apresentem perigo para o trânsito do recenseador. O alcance da secretaria por toda a cidade, com ações rotineiras, e a aceitação que os profissionais de saúde possuem serão aspectos essenciais para o sucesso do nosso trabalho”, afirmou o coordenador técnico do Censo Demográfico 2022/IBGE Amazonas, Tiago Almudi.

Áreas de abrangência

O chefe do Núcleo de Territorialização do Dicar/Semsa, Bruno Oliveira, informou que a secretaria trabalha para redefinir todas as áreas de abrangência da cidade de Manaus. Para isso, os parâmetros usados serão os mapas dos setores censitários e todas as informações sobre as malhas territoriais da capital, disponibilizados pelo IBGE.

“As áreas de abrangência são definidas com cerca de 4 mil usuários. A partir dos dados do IBGE, a secretaria irá reorganizar esses setores, com informações atualizadas sobre a população residente nos bairros, o gênero dessas pessoas, renda média, entre outros dados”, explicou.

De acordo com ele, a parceria irá possibilitar que todas as áreas de abrangência de Manaus, tanto na zona urbana quanto rural, sejam caracterizadas, tanto nos locais onde já possuem equipes definidas quanto na projeção de novas equipes.

Fotos - Jéssica Santos / IBGE

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem