TCE-AM

Projeto “Motociclista Legal” abre inscrições em 43 municípios do interior

O governo do Amazonas, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), abre novas vagas para o projeto “Motociclista Legal” em 43 municípios do estado. As inscrições estão abertas e seguem até o dia 1º de julho. O projeto faz parte do programa Detran Cidadão, lançado pelo governador Wilson Lima e oferece cursos gratuitos de especialização e de atualização para mototaxistas.


Não há quantitativo de vagas específico por cada município e as inscrições ocorrem de acordo com a demanda de cada cidade. Os municípios que irão receber o projeto são Manacapuru, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Novo Airão, Parintins, Nhamundá, Tabatinga, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, São Paulo de Olivença, Amaturá, Codajás, Anori, Uricurituba, Boa Vista dos Ramos, Alvarães, Uarini, Fonte Boa, Jutaí, Japurá, Maraã, Lábrea, Canutama, Tapauá, Itapiranga, Silves, São Sebastião do Uatumã, Borba, Urucará, Nova Olinda do Norte, Careiro da Várzea, Manaquiri, Caapiranga, Anamã, Beruri, Itamarati, Tefé , Coari, Santo Antônio de Iça, Tonantins, Envira, Humaitá e Novo Aripuanã.

Os interessados devem possuir pelo menos dois anos de CNH categoria A, ter no mínimo 21 anos e possuir uma renda de até dois salários mínimos. No ato da inscrição é necessário apresentar o comprovante de residência e a cópia da CNH.

Acompanhe a tabela com a data e o local das inscrições:

Coletes e capacetes - Desde que foi lançado pelo governo, o projeto “Motociclista Legal” já recebeu mais de 1.100 inscrições no interior do estado e aproximadamente 600 na capital.

Além do curso gratuito, o projeto fornece um kit de segurança com capacete e colete para todos os mototaxistas que estão com o curso de capacitação em dias.

O projeto já entregou mais de dois mil kits para mototaxistas de doze municípios: Autazes, Barreirinha, Benjamin Constant, Carauari, Careiro da Várzea, Eirunepé, Manacapuru, Manaus, Parintins, Rio Preto da Eva, Tabatinga e Tefé.

Este ano as entregas irão continuar. Os próximos municípios onde os mototaxistas irão receber os kits de segurança são Iranduba (350 kits) e Maués (150 kits).

Por que fazer o curso? – A importância de fazer o curso de capacitação para mototaxista e motofretista vai muito mais além da capacitação. Com o diploma em mãos, o profissional está apto para acessar o financiamento da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) de até R$ 5 mil para trocar de motocicleta ou fazer a manutenção na atual.

ARTE E FOTOS: Divulgação/Detran



Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem