‘Quem tem a ganhar é a população’, diz moradora do Alvorada, primeiro bairro asfaltado com Asfalta Manaus

Moradora do bairro Alvorada, na zona centro-oeste de Manaus, há mais de 20 anos, a assistente social Raissa Almeida, 33, fez questão de acompanhar o início dos trabalhos do programa Asfalta Manaus. A revitalização da rua era aguardada com expectativa pelos moradores, que receberam com festa as máquinas na travessa 7, nesta semana. A localidade é uma das mais de 10 mil ruas que serão recuperadas na capital, por meio da parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus.


Executado pela Prefeitura, o Asfalta Manaus conta com investimentos de R$ 150 milhões do Governo do Amazonas. Só na região que compreende os bairros Alvorada, Santa Etelvina e Nova Cidade, que estão entre os primeiros bairros do cronograma de obras, serão recuperadas 600 ruas. Além do Alvorada, o governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida já vistoriaram frentes de obras no Nova Cidade, Nova Conquista e Compensa.

“Há muito tempo o bairro do Alvorada vem sofrendo com a falta de infraestrutura, e graças a Deus o bairro está sendo beneficiado. Só quem tem a ganhar é a população que estava sofrendo com ruas esburacadas, falta de segurança, porque uma vez que a rua está dessa forma, empata um pouco a locomoção dos veículos”, comentou Raissa.

“Hoje a gente só tem a agradecer ao prefeito David Almeida e ao governador Wilson Lima. Se hoje você andar no bairro Alvorada, são crateras, ambulâncias e viaturas ficam impossibilitadas de passar, mas hoje, graças a Deus, nós vamos mudar a realidade do nosso bairro”, acrescentou a moradora.

O início dos trabalhos foi vistoriado por Wilson Lima e David Almeida. Ao todo, as ações do Asfalta Manaus devem gerar pelo menos 6 mil empregos para atender as 31 frentes de obras que serão distribuídas por todas as zonas da cidade.

Benefícios – Nascido e criado no bairro Alvorada, o morador Alexandre Mascarenhas, 40, é diretor do Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (Eamaar), localizado no Alvorada 2. O local, especializado no tratamento de crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista, também será beneficiado com o asfaltamento das ruas.

“Isso facilita a localização, às vezes você vai pelo aplicativo (GPS) e cai nas ruas que estão intransitáveis. Pelas principais é mais fácil. A gente está muito feliz, porque as mãezinhas dependem de ônibus, de condução, às vezes a condução não pode chegar até o Eamaar, e elas param na principal para poder ir andando. Isso vai trazer muitos benefícios, estou muito feliz. Nasci e me criei no Alvorada, amo esse bairro e pretendo ficar aqui a minha vida toda”, celebrou Alexandre.

A parceria também foi comemorada pelos moradores mais antigos do Alvorada.

“Hoje eles estão realizando uma coisa que eu sempre esperei para as crianças, os jovens, tem muitas escolas aqui. É tudo de bom para eles. Eu estou gostando do que eles estão fazendo hoje para o bairro, e não é só para mim, é para o povo que mora aqui”, disse o autônomo Carlos Alberto, 62.

“Uma união assim como o governador e o prefeito estão fazendo, não teve ainda. Eu agradeço por terem formado essa parceria”, concluiu o aposentado Osmar Batista, que mora no bairro há 40 anos, com a família de 10 pessoas.

Recursos – O programa Asfalta Manaus está inserido no protocolo de intenções assinado por Wilson Lima e David Almeida em outubro do ano passado, no aniversário de Manaus. Nele, o Governo do Amazonas destina R$ 580 milhões para a Prefeitura executar obras e serviços na cidade. Ao todo, são 11 projetos nas áreas de infraestrutura, mobilidade urbana, meio ambiente e desenvolvimento econômico.

Para a recuperação viária, foram repassados pelo Estado R$ 150 milhões por meio de dois convênios: Asfalta Manaus 1 e Asfalta Manaus 2, ambos firmados por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) do Governo do Amazonas e com execução das obras pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

O convênio Asfalta Manaus 1 tem valor total de R$ 110.442.704,28, sendo R$ 100 milhões do Estado e o restante de contrapartida do Município. O Asfalta Manaus 2 é de R$ 51.585.108,91, sendo R$ 50 milhões do Estado e o restante de contrapartida da Prefeitura.

FOTOS: Bruno Zanardo/Secom

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem