Casarão da Inovação Cassina sedia evento de empreendedorismo para refugiadas em Manaus

O Casarão da Inovação Cassina, administrado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), sediou, nesta quinta-feira, 9/6, o evento de finalização do curso “Mujeres Fuertes”, que incentiva o empreendedorismo feminino para mães migrantes.


O evento é realizado pela Organização da Sociedade Civil (OSC) Hermanitos, com o apoio do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

O projeto, voltado inicialmente a 50 mulheres venezuelanas, refugiadas, é resultado de uma pesquisa da organização, realizada em 2021, a qual aponta que 78% de 2.596 famílias, têm mulheres como responsáveis pelas despesas da casa.

“É uma ação de empreendedorismo muito importante, que também passa pelo desenvolvimento econômico da nossa cidade, afinal essas mulheres vão criar os seus negócios e empregar mais pessoas. São projetos como este, que o Casarão está de portas abertas para apoiar. Essas mulheres passaram por uma grande jornada, e agora estão prontas para empreender”, destacou o chefe de empreendedorismo da Semtepi, Rafael Almeida.

De acordo com o fundador do Hermanitos, Túlio Duarte, o encerramento do projeto foi escolhido para acontecer no Casarão da Inovação Cassina, por conta da sinergia do local, ligada ao ecossistema de empreendedorismo.

“O projeto teve duração de seis meses. A parceria com a Prefeitura de Manaus, por intermédio do Casarão da Inovação Cassina, é importantíssima para nós. Ter a oportunidade de utilizar um espaço como este, que é tão agradável e inovador, para realizar essas ações, é um grande privilégio. É um apoio muito importante, uma vez que a gente busca fortalecer pessoas que vão contribuir com a nossa cidade”, afirmou o fundador.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem