COLADO NO G8! Manaus luta até o fim e vence o Campinense de virada pelo Campeonato Brasileiro da Série C; confira

DA REDAÇÃO / BLITZ AMAZÔNICO

Em uma partida que valia o futuro do Manaus Futebol Clube no Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C, o Gavião do Norte foi mais eficiente e venceu o Campinense de virada, pelo placar de 2 a 1, neste sábado (11), no Estádio Governador Ernani Sátyro, o popular Amigão, em Campina Grande, na Paraíba.

Foto: Divulgação / Manaus FC

Os donos da casa abriram o marcador logo aos 13 minutos da primeira etapa com o atacante Olávio, o Manaus empatou aos 29 minutos com o defensor Claudinho e Alvinho foi o herói do jogo ao assinalar o segundo gol, no apagar das luzes, aos 45 minutos, garantindo a vitória ao time Manauara.

GAVIÃO DO NORTE NA BRIGA

Com esse resultado o time de Manaus ocupa a 9ª colocação com 16 pontos, a mesma pontuação do 8º colocado, o Ypiranga-RS, que fecha a zona de classificação. Já o Campinense segue na chamada “zona da maldade”, com 9 pontos conquistados e ocupando a 17 colocação. Vale destacar que se classificam para a próxima fase apenas os oito mais bem colocados da fase de classificação.

1º TEMPO

Sem vencer nos últimos três jogos, o pressionado técnico Evaristo Pizza montou uma linha defensiva com cinco jogadores, mas mesmo assim não pode evitar o gol do time da casa logo aos 13 minutos, Filipe Ramon levantou a bola na área e o homem gol do Campinense, Olávio escorou de cabeça abrindo o marcador.

A desvantagem no marcador, obrigou o comandante do Gavião do Norte a mudar o esquema tático e avançar as suas linhas de marcação. Com dificuldades para furar o bloqueio defensivo do rubro negro da Paraíba, foi na bola parada que o Manaus chegou ao gol de empate. 

Aos 29 minutos, cobrança de escanteio , cruzamento na área e a bola sobra pelo lado direito, Weriton cruza, Felipe Baiano consegue cabecear e no bate rebate, o zagueiro Claudinho estufou as redes do goleiro Mauro Iguatu, deixando tudo igual.

A resposta da equipe do técnico Ranielle Ribeiro veio um minuto depois com o chute de fora da área de Luiz Fernando para grande defesa do goleiro Matheus Inácio, que evitou o segundo gol do Campinense.

2º TEMPO

Na volta do vestiário, a equipe da casa tentou retomar o comando das ações ofensivas. O técnico Ranielle Ribeiro sacou o lateral Filipe Ramon e promoveu a entrada do atacante Hugo Freitas, para dar mais opções ao ataque.

Aos 12 minutos quase sai o segundo gol, o volante Magno acertou um belo chute de fora da área, mas esbarrou na grande defesa de Matheus Inácio que afastou o perigo. Na tentativa de mudar o panorama da partida, Piza chamou Roney e Guilherme Pira e tirou Renanzinho e Felipe Baiano, para aumentar as opções na beirada do campo.

As mudanças melhoraram o desempenho do Gavião do Norte que passou a levar perigo a meta do goleiro Mauro Iguatu. Aos 39 minutos, Guilherme Pira fez grande jogada pela esquerda, se livrou do defensor e finalizou, o goleiro rubro negro afastou o perigo, Denoni pegou a sobra e chutou forte, mas a bola saiu pela linha de fundo.

ALVINHO O HERÓI DO JOGO

Sem deixar de lutar um só instante, o Manaus foi coroado com a vitória nos minutos finais. Weriton fez boa jogada pelo lado direito do campo, cruzou na área e Alvinho desviou para o fundo da meta garantindo os três pontos para o esmeraldino.

DE OLHO NA TABELA

O Manaus agora se prepara para encarar o Figueirense (SC) no próximo sábado (18), às 17h (horário local), na Arena da Amazônia, pela 10ª rodada do Brasileirão Série C. Já o Campinense vai até Aracaju, no mesmo dia, medir forças contra o Confiança.

Ficha Técnica

Campinense 1 x 2 Manaus (Campeonato Brasileiro - Série C, 10ª rodada)

Local: Estádio Amigão (PB)

Data: 11 de junho de 2022, sábado

Horário: 16h

Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (BA)

Gols: Olávio (13’, 1ºT) – (CC); Claudinho (29’, 1ºT) e Alvinho (45’, 2ºT) – (MFC)

Campinense: Mauro Iguatu; Felipinho (Juninho), Michel, Cleiton e Filipe Ramon (Hugo Freitas); Magno (João Paulo), Jeferson Lima e Dione (Pedro Henrique); Luiz Fernando (Erick Pulga), Emerson e Olávio

Técnico: Ranielle Ribeiro

Manaus: Matheus Inácio; Weriton, Paulo Sérgio, Rayne (João Denoni), Claudinho e Renan Luis; Rogério, Felipe Baiano (Guilherme Pira) e Luiz Felipe (Silvano); Renanzinho (Roney) e Ibiapino (Alvinho)

Técnico: Evaristo Piza

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem