Comissão de Meio Ambiente se solidariza com famílias de desaparecidos na Amazônia

O presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA), senador Jaques Wagner, solidarizou-se com as famílias do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, desaparecidos desde o último fim de semana no Vale do Javari, no Amazonas. Wagner pronunciou-se sobre o tema durante a reunião deliberativa da CMA, na manhã desta quarta-feira (8).


— Esse é mais um fato que trabalha contra a imagem do Brasil. Estamos evidentemente na esperança de que sejam encontrados, mas é óbvio que, conforme os dias passam, mais angustiante deve ser para a família dos dois. Quero externar, em nome da comissão, a nossa solidariedade. De pronto, cobramos do Ministério da Justiça medidas emergenciais — disse o presidente da CMA.

Foi estendida sob aplausos, diante da mesa da comissão, uma camiseta com a efígie dos desaparecidos e a frase "Onde estão Dom Phillips e Bruno Pereira?". Senadores já haviam cobrado providências do governo brasileiro durante a sessão do Plenário na véspera.

Jaques Wagner lembrou que estamos no Junho Verde, mês de atividades em defesa do meio ambiente.

— Não temos nada a comemorar, para ser franco, e temos que transformar a indignação em ação. O que temos visto é uma postura criminosa em relação à questão do meio ambiente, seja por parte do governo federal, seja por parte de setores que ainda não entenderam que desenvolver e preservar são palavras que devem andar conjuntamente. Não há antagonismo entre uma coisa e outra. É uma questão de bom senso. Temos procurado estabelecer o diálogo dentro desta comissão, de forma a ter um desenvolvimento longevo — afirmou.

Biodiversidade

A CMA aprovou requerimento do próprio Jaques Wagner, para a realização de uma audiência pública sobre os "desafios e potenciais da economia da biodiversidade". A reunião foi marcada para o próximo dia 22.

Fonte: Agência Senado

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem