Conheça a história da coariense que casou com americano e foram ser missionários na África

O encontro de Jeane de Souza Ferreira, 40 anos com o americano Jonathan Carpenter aconteceu durante um período de aflição dessa coariense que hoje se dedica a ajudar crianças abandonadas, como missionária no continente africano.


PORTAL BLITZ AMAZÔNICO entrevistou a Sra. Jeane Carpenter para contar um pouco da sua história e do trabalho que vem sendo realizado na África. Na ocasião, ela revelou como conheceu seu atual marido.

“Minha mãe fazia tratamento de um câncer e eu cuidava dela, foi uma época que eu adicionei vários pastores nas minhas redes sociais para pedir que orassem pela minha mãe, foi aí que eu conheci Jonathan, eu expliquei a ele o motivo pelo qual eu havia enviado uma solicitação de amizade onde pedia para ele orar pela minha mãe, então nos tornamos amigos. Todos os dias ele mandava mensagem perguntando como estava minha mãe. Um dia ele perguntou se eu queria casar com ele e ser missionária na África, pois ele já fazia um trabalho cuidando de crianças órfãs, eu aceitei e hoje estamos aqui na África do Sul”, contou.

Atualmente morando em Johanesburgo e vivendo na África a quatro meses, juntos eles se dedicam em cuidar de crianças órfãs, crianças abandonadas pelos pais.

“Já temos 30 crianças que cuidados, aonde vamos buscá-las em locais onde vivem em vulnerabilidade social. Nós oferecemos assistência médica, alimentos, roupas, escola, dentista, igreja e acima de tudo muito amor e carinho. Idealizado pelo meu marido há um ano, o projeto é mantido por doações voluntárias de roupas, brinquedos, alimentos, sapatos etc.…”, disse.

Sobre a origem dessa ação de solidariedade, o Sr. Jonathan Carpenter falou como tudo começou.

“The Kids” nasceu quando a devastação de uma epidemia de AIDS varreu o subcontinente sul da África. De pé em um monte de uma cova recém-cavada em uma manhã de sábado, percebi que a dúzia de funerais que estavam à minha vista eram de jovens que estavam deixando para trás crianças pequenas e logo seriam pais idosos que pretendiam confiar em seus próprios filhos crescidos. No pôr do sol de suas vidas. A passagem prematura desta geração deixou duas gerações “órfãs”.

Atualmente o casal está focado em construir um espaço maior para as crianças. “Não tempos nenhuma criança soropositiva, mas temos criança paraplégica e uma criança com microcefalia”, disse a Sra. Carpenter.

“A coisa que é mais importante na minha vida é responder ao chamado de Deus e fazer o que Deus me disse para fazer isso é o que é importante para mim. Eu amo crianças e o que motiva é o amor de Deus. O amor de cristo me motiva”, destacou Jeane.

E vem novidade aí para as crianças do projeto The Kids, conforme revelou Jonathan Carpenter.

“Estamos muito animados em anunciar o lançamento e a construção do nosso Tender, Love and Care Childrens Haven na homenagem Bishop T L Crafts em Joanesburgo, África do Sul… Ir. O artesanato tem sido uma figura significativa em inúmeras vidas… Ele me permitiu entrar em seu mundo quando eu era um adolescente de 15 anos, crescendo na África do Sul, e sempre abençoou minha vida com sua paixão, visão, sabedoria e unção. ”


Esta instalação abrigará 8-10 viúvas, 50-60 órfãos de 5,6,7,8 anos. Incluirá um playground interno, cozinha comercial, aposentos para os pais da casa, salas de música, espaço de arte, lavanderia e padaria! O desafio é arrecadar $ 75.000,00.
Jeane Carpenter tem uma página no TikTok

www.tiktok.com/@africanchildren2

Quem quiser contribuir com R$ 1 real pode fazer via PIX 80485588234 em nome de Jeane de Souza Ferreira.







1 Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postar um comentário

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem