MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA! Amazonino Mendes exalta a riqueza e cultura do povo Parintinense, mas condena a censura de Wilson Lima no Festival de Parintins

DA REDAÇÃO BLITZ AMAZÔNICO

Um dos espetáculos regionais mais bonitos do Brasil, que atrai amazonenses e turistas do mundo inteiro para assistir de perto a tradicional disputa entre os bois Garantido e Caprichoso, o Festival Folclórico de Parintins, realizado na ilha que leva o mesmo nome, acontece às margens do Rio Amazonas, a 420 quilômetros da capital Manauara.


Sempre à frente do seu tempo foi na gestão do pré-candidato ao Governo do Amazonas Amazonino Mendes (Cidadania), que essa festa, quase centenária, teve uma importante valorização e se transformou no maior espetáculo da terra, com a inauguração, em 1988, do Centro Cultural de Parintins, mais conhecido como “Bumbódromo”.

Inspirada na cabeça de um boi estilizado, o palco dessa grande manifestação cultura tem a capacidade de receber 25.566 espectadores. A arena conta com Sala Multiuso e Sala de Multimídia; com as Galerias de Artes Wandir Santos e Jair Mendes; Cineclube Odinéia Andrade; Biblioteca Fred Góes e Teatro de Bonecos; e com o Memorial dos Bumbás Caprichoso e Garantido.

Em sua página oficial no Instagram, o “Negão”, como é carinhosamente conhecido pelo povo do Amazonas, publicou uma mensagem para exaltar esse evento de fundamental importância para a cultura regional.

“Com toda a certeza, o mérito dessa festa incrível é do povo Parintinense! Amazonino acreditou no potencial e vislumbrou o que nenhum governante viu. Ele enxergou simplesmente o MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA! Construção do Bumbódromo, currais dos bois, implantação do programa Cama & Café, captação de grandes patrocinadores, recepção de embaixadores de diversos países, além da divulgação do Festival internacionalmente, Além de tudo isso, Amazonino estruturou #Parintins para o mundo ver! ”, postou.

Democrata por natureza, Amazonino Mendes sempre defendeu a liberdade de expressão, independente da ideologia política, e repudia veementemente toda e qualquer forma de censura. Para comprovar isso, o “comedor de Jaraqui” usou as redes sociais para repudiar a perseguição do Governador Wilson Lima (União Brasil), ao humorista Abdias Cabucão, demitido da função de apresentador do festival de Parintins por ser crítico ao mandatário do Amazonas.

“É inaceitável um governante perseguir um trabalhador, um artista, um pai de família, um enlutado que perdeu seu pai na pandemia, como tantas outras famílias amazonenses. Isso é torpe, indecoroso, indigno, odioso e merece o repúdio de todos nós”, desabafou Amazonino.

Ainda segundo o ex-governador, toda forma de perseguição é uma atitude antidemocrática, típica de um déspota que não sabe viver com o contraditório, com a crítica. “Não bastasse tudo o que já passamos, agora somos surpreendidos por mais essa desastrosa atitude autoritária. ” Destacou Amazonino, que publicou o vídeo de Abdias denunciando a perseguição.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem