MALVADÃO EM CRISE! Demissão de Paulo Souza iminente; Diego Alves cortado durante aquecimento; Saiba qual técnico cotado para assumir o Flamengo

A chapa esquentou de vez para o português Paulo Souza após a derrota vexatória para o lanterna Fortaleza, pelo placar de 2 a 1, no último domingo (6), em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2022, oficialmente Brasileirão Assaí – Série A 2022, no Maracanã.

Foto: Divulgação Flickr / Flamengo / Paula Reis

Assim que o árbitro gaúcho, Leandro Pedro Vuaden (RS) apitou o final do jogo os 63 mil rubro-negros vaiaram o Flamengo de Paulo Souza, que deixou o gramado e durante a coletiva de imprensa tentou justificar o mau desempenho.

A voz da arquibancada ecoou forte na diretoria que não vê outra solução a não ser a demissão do treinador para tentar salvar a temporada e acabar de vez com a crise que se instalou no Ninho do Urubu. Nos bastidores o comentário é que a situação do comandante está insustentável e se não houver uma evolução nos próximos dois jogos contra Bragantino e Inter, a queda será uma realidade.

A relação estremecida com o goleiro Diego Alves, atuações nada convincentes e falta de repertório do português em surpreender dentro das quatro linhas tem sido determinantes para o término do ciclo de Paulo Souza no Mengão.

A insatisfação é tão grande que já atingiu até o Presidente Rodolfo Landim que também foi hostilizado pela torcida na partida contra a equipe cearense. A batata quente está nas mãos do mandatário que deve se reunir com seus pares, para entre eles o seu vice Marcos Braz, para definir o futuro de Paulo Souza no Mais Querido do Brasil.

Um dos obstáculos que dificultam a demissão do técnico português é a multa estipulado em contrato. Com vínculo firmado com o time da Gávea até dezembro de 2023, Paulo Sousa tem multa proporcional somente até o fim do primeiro ano. Os valores reduzem mês a mês e atualmente gira em torno de cerca de R$ 7,7 milhões.

Apesar dos valores milionários, alguns dirigentes dizem que dinheiro não é problema para salvar o futebol do Flamengo em 2022. Apesar de não ser um consenso entre a diretoria, o nome do técnico Cuca ganha força para assumir o comando do Mengão.

Apesar da panela de pressão em alta que se tornou o clima do Flamengo, certeza mesmo é que não passa na cabeça de Paulo Souza fazer um acordo com a diretoria e pedir demissão. O próprio treinador deixou isso bem claro após a partida.

“Sei a importância de termos coragem de não agradar em alguns momentos. Como sei que Deus nunca nos deu espírito de covardia. É nos momentos difíceis que temos que ser mais convictos e certos”, mando o recado o português.

Outro assunto que não sai dos holofotes da imprensa é a novela envolvendo Paulo Souza x Diego Alves. No último domingo, o português demonstrou indiferença e pouca inteligência ao colocar mais lenha na fogueira.

O golerio Diego Alves voltou a ser relacionado após ficar de fora por quase 30 dias, concentrou-se na noite de sábado, seguiu com a delegação, fez o seu aquecimento em campo, e só foi comunicado do corte do banco de reservas quando toda Nação Rubro Negra presente no Maraca já havia sido informada.

Dos 24 relacionados, apenas o goleiro Diego Alves ficou de fora do banco de reserva e foi notificado ao descer para o vestiário após o aquecimento, quando já se preparava para vestir o manto. Profissionalmente acatou a decisão e assistiu ao duelo pelo camarote.

E para piorar sua situação, Paulo Souza ainda tratou de terceirizar a culpa pela derrota ao justificar o revés como "erros técnicos individuais", a declaração do mister não foi bem recebido no elenco rubro negro.

Veja a entrevista na íntegra do técnico Paulo Souza:

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem