Moradores de Iranduba enaltecem Prato Cheio inaugurado na cidade

Moradores do município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus) enalteceram a nova unidade do Prato Cheio inaugurada ontem (03/06), no município. Na modalidade cozinha popular, o restaurante vai oferecer 400 litros de sopa diariamente, de segunda-feira a sábado, de forma gratuita, atendendo à população em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional.


Para o autônomo Moisés Gonçalves da Silva, 35 anos, a inauguração do Prato Cheio vai beneficiar muitas pessoas de baixa renda que não têm condições financeiras.

“Legal, muito bom, aqui não tinha esse negócio de Prato Cheio aí o governador colocou um aqui, bem melhor, agora sim. Tem muitas pessoas carentes aqui na comunidade que estavam precisando, muita gente precisava, pessoas de baixa renda. É muito caro, as pessoas não têm 15,00 ou 13,00 para comprar um prato de comida ou uma sopa”, disse o morador.

Mãe de dez filhos, a vendedora Francilene de Castro Queiroz, 40, enalteceu a importância do restaurante popular na região. “É maravilhoso, a comunidade precisava muito, são muitas pessoas necessitadas, de baixa renda, que não têm mesmo condições de ter um alimento dentro da sua casa. Isso foi maravilhoso, vai ajudar muito as pessoas, e já está ajudando desde hoje”, disse.

Essa é a 10ª unidade do programa social inaugurada no interior, e a 20ª no estado. O programa é administrado pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) e a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (Aadesam).

Homenagem

O Prato Cheio em Iranduba recebe o nome de Dirceu Vasconcelos dos Santos, em homenagem a uma liderança política bastante conhecida no município, que também chegou a ser candidato a vereador. Dirceu, que já foi responsável pelo time Iranduba, faleceu há pouco mais de dois anos.

“Para mim, é motivo de gratidão. O Dirceu foi um cara que sonhou muito em ver melhorias para o município, viveu por isso, amava ajudar, tinha um coração gigante. Tenho certeza que, se vivo estivesse, estaria aqui comemorando mais uma conquista para o município. Então, para mim como viúva, para a família toda, é motivo de muita alegria e gratidão a Deus por essa homenagem a ele”, disse Samea Rocha da Silva, viúva de Dirceu.

Prato Cheio

O programa Prato Cheio é dividido em dois serviços distintos: nos restaurantes populares, o almoço é vendido pelo valor simbólico de R$ 1, de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h. Nas cozinhas populares, a sopa é gratuita e cada pessoa atendida tem direito a 1 litro do alimento, de sabores variados, de segunda a sábado, também das 11h às 13h.

Com novas unidades idealizadas e implantadas pelo governador Wilson Lima, receberam restaurantes populares no interior os municípios de Manacapuru, Autazes, Itacoatiara, Tefé, Barreirinha e Parintins. E Rio Preto da Eva, Tabatinga, Maués e, agora, Iranduba ganharam uma cozinha popular.

Manaus conta com outras 10 unidades do programa. Ao todo, com a unidade de Iranduba, o estado passa a contar com 20 unidades do Prato Cheio, mais que o dobro do que existia há pouco mais de um ano. O público prioritário atendido, diariamente, pelo equipamento público de segurança alimentar são pessoas que se encontram em situação de extrema pobreza, pobreza e baixa renda, além de desempregados, pessoas em situação de rua e pessoas com deficiência.

FOTOS: Divulgação/Secom

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem