Pai implora para que empresa de energia não corte sua luz: “Estou sozinho com as minhas filhas”

 Mundo – A história compartilhada por Xavier Rubilar, um jovem de 26 anos, que é funcionário de uma empresa de energia da cidade de San Luis, na Argentina, repercutiu no país vizinho ao Brasil e gerou uma verdadeira força-tarefa para tentar ajudar um pai desempregado.


Como detalhado em sua conta do Facebook, Xavier contou que estava em um determinado dia realizando as medições de relógios, quando levantou uma das tampas que tinha o seguinte bilhete: “Por favor, não corte minha energia. Perdi meu emprego, estou sozinho com minhas duas filhas. Assim que puder, pagarei a eletricidade. Por favor”.

Inicialmente, ao ver a mensagem, Rubilar tirou uma foto e compartilhou no WhatsApp, tendo rapidamente diversas pessoas interessadas em ajudar.

“Estava fazendo as leituras, quando levantei a tampa de um medidor e encontrei a placa desse homem que dizia que não podia pagar a luz porque havia perdido o emprego e estava sozinho com suas duas filhas. Eu desabei em lágrimas quando li”, contou o jovem em entrevista.

A movimentação para ajudar pai que escreveu bilhete

Para aumentar as chances de ajudar o homem, o trabalhador da empresa de energia resolveu compartilhar a foto em sua conta do Facebook. “Eu queria ajudá-lo anonimamente, mas como há dinheiro envolvido, tudo deve ser transparente.

Então abri uma conta no Mercado Pago para as pessoas fazerem transferências”, disse.

“Ele devia várias contas de luz. Além disso, ele tinha um plano de pagamento. Tudo isso somado à cobrança por atraso no pagamento, impostos municipais e consumo corrente, o número era muito alto. A isso devemos acrescentar que não há gás na área e eles dependem de eletricidade”, complementou o funcionário.

Após diversas contribuições, Xavier conseguiu reunir uma quantia de aproximadamente 50 mil pesos argentinos, equivalente a R$ 2.090,29 (câmbio de 23 de junho de 2022, às 11h15, horário de Brasília).

A história do pai que fez apelo em bilhete

“Ele é um homem trabalhador. Ele me disse que tinha um negócio, mas que devido a diferentes circunstâncias ele teve que fechá-lo e estava atualmente desempregado. Se lhe dermos uma mão, ele terá força para conseguir outro emprego”, contou Rubilar.

Como prometido e missão de sua campanha, Xavier transferiu todo o dinheiro para o pai das meninas, que pagou sua dívida e com o que sobrou comprou material escolar para as filhas.

“O bom que tudo isso me deixa é que se muitas pessoas se juntam para alguma coisa, o resultado é positivo. Eu simplesmente não teria conseguido. Por isso quero agradecer a cada uma das pessoas que colaboraram”, finalizou.

Fonte: Portal CM7 

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem