PCE: escola de Coari estuda linguagem neurocientífica associada à prática de esportes

A professora da rede estadual Geziane da Silva Gomes, do município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), teve seu projeto da área de Ciências Biológicas aprovado no Programa Ciência na Escola (PCE). Executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeam), o projeto foi um dos 840 aprovados da Secretaria de Educação e Desporto.


Professora de Biologia da Escola Estadual Maria Almeida do Nascimento, Geziane abordou o tema “Psicomotricidade e a prática de esportes na Escola Maria Almeida do Nascimento: uma linguagem neurocientífica associada ao corpo”, focando no estudo do homem por meio dos movimentos corporais.

Visando associar o estudo da Biologia com os movimentos e o esporte, a professora teve como foco estudantes da 1ª a 3ª série do Ensino Médio e dos Anos Finais da Educação de Jovens e Adultos (EJA), auxiliando também no combate à evasão escolar.

Geziane conta que o projeto foi bem recebido pela escola e pelos alunos. “Antes de escrever o projeto, eu conversei com os estudantes sobre a participação, e a resposta foi 100% de empolgação. Então a escola me incentivou bastante, e os alunos ficaram animados com a ideia, muitos se sentiam desmotivados a vir para a escola, mas com o projeto houve muita participação deles”, comenta.

Agora, após a aprovação no PCE, a professora visa aplicar o projeto ainda neste mês de junho, convidando outras unidades para interações esportivas e interclasses para incentivar o esporte e o aprendizado de forma interativa com os estudantes.

PCE

O projeto visa apoiar a participação de professores e estudantes do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da 1ª à 3ª série do Ensino Médio nas pesquisas e no processo de formação continuada dos professores, despertar a vocação científica e incentivar talentos entre os estudantes do ensino público.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem