PF: Bruno Pereira teria atirado 5 vezes após ser baleado no Amazonas

O superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Eduardo Fontes, disse, em entrevista à Rádio Gaúcha nessa terça-feira (21), que as investigações sobre as mortes de Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips indicam que o indigenista brasileiro chegou a dar cinco tiros após ser baleado pela primeira vez.



Ambos desapareceram em 5 de junho e, 11 dias depois, os corpos foram achados na região do Vale do Javari.

A informação consta em depoimentos dos suspeitos do crime colhidos pela PF. Segundo o superintendente, a arma que Bruno teria usado foi perdida no rio. 

Após ser baleado pela segunda vez, o indigenista teria perdido o controle da lancha em que estavam, e a pistola de Bruno teria caído na água e não foi encontrada. Ele tinha porte de arma.


Fonte:  Metrópoles

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem