Polícia Civil do Amazonas deflagra Operação Interior Mais Seguro-Rescaldo

Na manhã desta sexta-feira (03/06), a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Polícia do Interior (DPI) e da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), deflagrou a Operação Interior Mais Seguro - Rescaldo, que resultou nas prisões de quatro pessoas envolvidas em vários crimes naquele município, bem como na apreensão de armas de fogo e diversas munições.


A ação policial contou com o apoio do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) e Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core-AM). Na ocasião, estiveram presentes o delegado-geral Ricardo Leite; o delegado-geral adjunto, Bruno Fraga; o diretor do DPI, Guilherme Torres; e o titular da 31ª DIP, Raul Augusto Neto.

O delegado Bruno Fraga destacou que a operação faz parte do Programa Amazona Mais Seguro, implementado pelo Governo do Estado, com o objetivo de combater a criminalidade na cidade.

“Hoje tivemos êxito em mais esta ação, que resultou na retirada de circulação desses indivíduos e na apreensão desse material. Estamos dando enfrentamento aos crimes, tanto na capital quanto no interior do Amazonas”, destacou o delegado-geral adjunto.

Conforme o delegado Raul Augusto Neto, as diligências foram positivas. Ele ressaltou que os trabalhos policiais serão intensificados no município para que a população irandubense tenha mais segurança.

Prisões

Ao todo, quatro pessoas foram presas: Marcelo Brandão Pereira, 25, conhecido como “Marcelinho da Cachoeira”, em cumprimento a mandado de prisão preventiva por roubo e associação criminosa. Ele foi localizado no ramal da Cachoeira, zona rural de Iranduba.

Também foram presos André Pinto do Nascimento, 34, por homicídio qualificado e ocultação de cadáver; Alex Alves da Silva, 35, por porte ilegal de arma de fogo; e Jainy Moreira dos Santos, 23, em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de munição.

No decorrer da operação, foram apreendidas duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 36; munições de diversos calibres, cartuchos, balança de precisão, rádio comunicador e caderno de anotações sobre o tráfico de drogas.

Balanço

O delegado Guilherme Torres enfatizou que a PC-AM, por meio do DPI, vem intensificando as ações nos municípios do interior, e em Iranduba, de janeiro a junho deste ano, já efetuou 87 prisões em flagrante e 18 em cumprimento a mandados de prisão. Somadas as ações de hoje, já são mais de 100 prisões naquele município. Também foram retiradas de circulação mais de 63 armas de fogo, entre elas, 4 fuzis, nesse mesmo período.

“Aqui no município revitalizamos a 31ª DIP e o Posto de Policiamento Integrado de Polícia (PPI) de Cacau Pirera. Estamos intensificando as operações preventivas e repressivas no combate aos delitos”, afirmou Torres.

FOTOS: Erlon Rodrigues/PC-AM.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem