Prefeito David Almeida entrega certificados a guardas municipais que participaram de curso para o uso de armas letais

O prefeito de Manaus, David Almeida, entregou, nesta quinta-feira, 30/6, os certificados aos 62 guardas municipais que concluíram a capacitação para o uso de armas letais, promovida pela Escola de Serviço Público e Inclusão Socioeducacional (Espi), vinculada à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), por solicitação da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg).


A solenidade de certificação aconteceu no auditório da Casa Militar, localizado no bairro Vila da Prata, na zona Oeste da cidade.

“Os guardas municipais foram bem-preparados e passaram por um curso intensivo. A nossa Guarda teve mais tiros e treinamentos que a Polícia Militar, Polícia Civil e Exército. Então, eles estão preparados. O doutor Sérgio Fontes, que já foi secretário de Segurança Pública, que já foi superintendente da Polícia Federal, comandou todo esse processo de treinamento na escola da Espi. Tenho certeza de que nós estamos formando os primeiros guardas municipais de outros que virão e do concurso público que nós iremos implementar a partir do ano que vem”, destacou o prefeito.

O curso contou também com uma parceria inédita entre a prefeitura e a Polícia Federal. O titular da Semseg, Sérgio Fontes, destacou que o curso faz parte de uma nova roupagem da Guarda Municipal na nova gestão. “Hoje é um dia histórico, nós estamos muito contentes, quando a Guarda Municipal faz 73 anos de idade, nós podemos dar essa nova roupagem, por orientação do nosso prefeito David Almeida. Estamos muito orgulhosos. Nós vamos fazer muito pela segurança da nossa cidade”, enfatizou Sérgio Fontes.

A capacitação foi uma das etapas da preparação dos guardas municipais para o correto manuseio e uso de armamento letal, seguindo a determinação do prefeito de Manaus, David Almeida, a partir da necessidade de atender às constantes demandas na área de segurança pública na cidade. A meta da prefeitura é oferecer as condições para que o efetivo possa assegurar maior proteção à população e às instalações públicas municipais. Todos os participantes foram classificados no processo de seleção interna da Guarda Municipal de Manaus.

“A partir do ano que vem também, vamos firmar um convênio com a Polícia Militar, para que nós possamos formalizar o projeto ‘Bico Legal’, determinando que onde tiver a presença de dois guardas municipais vai ter um policial militar, assim melhorando e reforçando a segurança pública da cidade de Manaus. Nesse momento, os guardas municipais vão atuar nos nossos órgãos, nos terminais. Já determinei a aquisição de viaturas modernas, todas elas com tecnologia, agregadas às nossas câmeras de segurança do Centro de Cooperação da Cidade (CCC). Já mandamos também a aquisição de motos para uma ação mais rápida. Então, eu tenho certeza de que a Prefeitura de Manaus, a partir da Guarda Municipal, vai dar sua contribuição para segurança pública, uma área tão necessitada na nossa cidade, no nosso Estado e em todo Brasil”, conclui o chefe do Executivo municipal.

Capacitação

O curso foi dividido em três etapas, todas com aulas presenciais, incluindo conteúdo teórico sobre armamento, como os aspectos legais do uso da arma de fogo e a legislação aplicada; a evolução histórica das armas de fogo; classificação e nomenclatura das armas de fogo; regras de segurança para o manejo, transporte e guarda; tipos de munições e suas aplicações, entre outros temas.

Os participantes também tiveram aulas práticas, durante as quais foram abordados os conceitos sobre a manutenção dos armamentos; o atendimento pré-hospitalar tático no caso de ferimentos por arma de fogo; o manejo e condução das armas de fogo; a identificação de meios de proteção e tomada de posições; os fundamentos do tiro, como base, empunhadura, visada, acionamento do gatilho e respiração; a identificação e saneamento de panes e/ou incidentes de tiro e a prática de tiro em estande com pistola.

Todos passaram pela avaliação prática de tiro para comprovação de capacidade técnica com a principal arma de porte a ser adotada pela Guarda Municipal.

Os instrutores foram contratados pela Espi, para a realização do treinamento, segundo as diretrizes da Polícia Federal, parceira na organização da capacitação, fazendo a verificação de todo o conteúdo e da qualificação dos profissionais.

A guarda municipal Francilene Bezerra ficou em primeiro lugar na capacitação e enfatizou que o reconhecimento é motivo de alegria. “Esse curso foi bem completo, nós tivemos todo um preparo, desde teórico até os testes práticos. Fiquei muito feliz de ter conseguido essa colocação, de 120 pontos, fiz 119, e ser uma mulher em primeiro lugar na prova só confirma que a gente pode ser melhor em tudo que a gente se propuser a fazer”, finalizou a guarda municipal.

Fotos – Dhyeizo Lemos/Semcom

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem