Prefeitura de Manaus atende mulheres indígenas no Centro Cultural Povos da Amazônia

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), promoveu, nesta terça-feira, 7/6, o primeiro dia de atendimento psicológico e roda de conversa, ações voltadas a mulheres indígenas, no Centro Cultural Povos da Amazônia, localizado na avenida Silves, Distrito Industrial I, zona Sul.


Realizada nos dias 7 e 8 de junho, das 9h às 16h, a ação ocorre junto à primeira Feira de Economia Criativa da Associação Social Indígena dos Povos Tradicionais do Estado do Amazonas (Asipteam) e é aberta ao público.

Conversando com representantes de diferentes etnias, foram abordados temas como os tipos de violência física e psicológica contra mulheres, além da disponibilização de atendimento social e psicológico, orientações para a realização de denúncias e encaminhamento jurídico.

"Os povos indígenas também são ativos no combate e não aceitam as violências cometidas contra mulheres, sendo sempre muito participativos e engajados, o que é importante quando queremos abordar tópicos como a Lei Maria da Penha, por exemplo", explica Anália Mota, gerente de políticas públicas da Semasc.

Uma das participantes da roda de conversa, Maria de Nazaré, da etnia kokama, definiu a ação como sendo de extrema importância, principalmente para as mais jovens, como forma de prevenção e conscientização, além de ressaltar a importância da autoconfiança feminina no combate à antiga ideia de que mulheres são dependentes físicas e emocionais de figuras masculinas.

"Eu, como indígena, como manauara e, principalmente, como mulher, digo tranquilamente que nós somos capazes de tudo o que podemos imaginar, além de qualquer outro estereótipo que tentam nos impor", finaliza.

Fotos - Marcely Gomes / Semasc

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem