Prefeitura de Manaus mantém fiscalização reforçada em áreas de restrição de circulação

Os agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) autuaram nove veículos pesados, na manhã desta terça-feira, 14/6, na avenida Mário Ypiranga Monteiro, zona Centro-Sul, durante a operação “Carga Pesada”, realizada na Zona Máxima de Restrição de Circulação (ZMRC), criada pela Prefeitura de Manaus para dar mais segurança viária, por meio de regras que determinam horários para o tráfego de veículos de grande porte em algumas áreas da cidade.


“Realizamos a fiscalização diariamente nas vias incluídas na zona máxima. É uma maneira de ordenar o tráfego, dar mais fluidez e, principalmente, garantir trânsito seguro para pedestres e condutores de veículos de menor porte”, explicou Roosevelt Farias, chefe de divisão Centro-Sul do IMMU.

Ele acrescentou que o trabalho dos agentes se estende para as avenidas Djalma Batista, Constantino Nery, Umberto Calderaro, Maceió e em trechos de dez ruas do Centro, incluídas no sistema de restrição de veículos pesados.

A fiscalização de veículos pesados para verificar a circulação de caminhões e carretas é realizada diariamente não só nas vias incluídas na ZMRC. O trabalho também é realizado na avenida Efigênio Sales, onde é permitida a circulação de veículos de grande porte somente na faixa da direita daquela via. Nas da zona Centro-Sul, as restrições ocorrem nos horários das 6h às 9h e das 17h às 20h.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar em veículos com dimensões ou cargas superiores aos limites estabelecidos legalmente ou pela sinalização é infração grave, equivalente a cinco pontos na Carteira de Habilitação, com multa no valor de R$ 195,23 e retenção do veículo.

Autorização

A circulação de caminhões nessas áreas, fora do horário estabelecido, só será autorizada após a emissão da Autorização Especial de Tráfego (AET). As empresas transportadoras ou proprietários de veículos pesados devem solicitar o documento no setor de Atendimento do IMMU, na avenida Urucará, 1.180, Cachoeirinha, das 8h às 14h.

Os argumentos apresentados serão analisados pela Diretoria de Engenharia, que poderá acatar ou não o pedido. O documento tem prazo de validade e deve ser renovado após expirar a autorização de circulação.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem